sábado, 30 de dezembro de 2017

Evento! 47º Moti Tsuki Matsuri(SP)


Venha para o 47º Moti Tsuki Matsuri, Festa do Bolinho da Prosperidade!

O evento será realizado no dia 31/12/2017, a partir das 8 horas da manhã, na praça da Liberdade - São Paulo (no metrô Liberdade).

PEDIDO: Por favor, não desperdicem! Temos notado que, por ser uma distribuição gratuita, as pessoas entram na fila milhares de vezes e, depois, jogam o bolinho fora, tanto o dos saquinhos, quanto o servido dentro do Ozôni (sopa da prosperidade).

Existe um trabalho muito grande atrás disso. São muitas pessoas que colocam o melhor de suas energias para que todos recebam os bolinhos e possam desfrutar do que o evento propõe.

Os produtos utilizados para a confecção do bolinho são de qualidade e, portanto, caros. Para a realização desta festa, muita gente precisou se unir, conseguir doações e parcerias. Foi um trabalho árduo!

POR FAVOR, NÃO JOGUE ESTE TRABALHO NO LIXO!

Se não pretende comer, dê para alguém que gosta!

Lembrando que não dá para comer o bolinho cru! Veja, abaixo, como prepará-lo.

...................................................

A LENDA

O arroz (motigome) na sua origem é um simples grão de arroz, mas cozido, socado, amassado e unido, forma uma massa consistente que, por mais que alguém queira separar os ingredientes, não conseguirá. Assim é a nossa vida. Unidos formamos uma massa consistente e, com certeza, venceremos! Consumir o bolinho no primeiro dia do ano traz vida longa!

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

A partir das 8 horas serão distribuídos 20 mil saquinhos com dois motis (um branco, que significa PAZ; e um vermelho, que significa FELICIDADE); e a partir de, aproximadamente, 9 horas serão distribuídas porções de ozôni (sopa com o bolinho da prosperidade).

IMPORTANTE!!! Quando tomar a sopa, coma o bolinho que está dentro dela. Na praça, muitas pessoas jogam o bolinho no chão (?!?!?!) ou no lixo e, com isso, estão jogando fora o desejo de prosperidade e vida longa.

Haverá uma Cerimônia Xintoísta com o reverendo Kazuo Osaka do Templo Nambei Jingu, com o Chinowa (círculo). Quem passa por dentro dele é purificado, retirando-se as impurezas e a má sorte.

COMO SABOREAR O BOLINHO

Ao ganhar o bolinho, não o coma. Leve-o para casa!

Coloque um pingo de óleo em uma frigideira. Frite rapidamente o bolinho até que fique mole, com a casca crocante. O bolinho também pode ser assado em grelhas. Misture uma colher de açúcar com um pouco de shoyu e passe o bolinho sobre essa mistura ou apenas jogue um pouco de açúcar sobre ele e se delicie!

Realização: ACAL, BUNKYO-SP, ENKYO, KENREN e ALIANÇA CULTURAL BRASIL-JAPÃO.

Presidente da ACAL: Hirofumi Ikesaki.

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Bonenkai - Significado da Confraternização de Final de Ano Japonês


No final do ano uma das palavras que mais se ouve dentro das empresas e nas rodas de amigos é bonenkai (忘年会). As pessoas sabem que se trata de uma festa de comes e bebes. Mas, será só isso mesmo?

Participar do bonenkai da empresa é quase que obrigatório. Faz parte de um dos costumes tradicionais do Japão. Por que se realiza essa festa corporativa?

Bonenkai é uma festa de confraternização que deve ter vindo de Taiwan ou da China. É um dos costumes dos países do sudeste asiático.

No Japão, esse tipo de festa corporativa se estabeleceu depois da Segunda Guerra Mundial. As pessoas da empresa se reúnem para esquecerem as mágoas e os momentos dolorosos para poderem entrar no novo ano com o espírito renovado. Essa é a intenção.

As entidades, as empresas, os amigos costumam se reunir para comemorarem a despedida do Ano que está terminando, para se encontrarem pela última vez no ano, trocar cumprimentos, avaliar o ano num ambiente de festa, bebendo e comendo muito.

É a oportunidade de encontrar os amigos, familiares ou o pessoal do trabalho para fazer uma confraternização de final de ano. O propósito principal desta festa é esquecer as desavenças e problemas do ano que está acabando para focar no ano seguinte.

Alguns começam a realizar o Bonenkai, já no fim do mês de novembro, pois em dezembro é comum encavalar muitas festas, que podem ser simples “kais” que são reuniões ou “enkais” que são banquetes.

Portanto são eventos muito comuns na Comunidade Nikkey, herdado da Cultura do Japão que não dá muita ênfase as Comemorações do Natal.

Essa prática parece ter sido adotada no Período Kamakura (de 1185 a 1333). Na época, a nobreza se reunia para escrever e ler poemas. Era um ritual de “esquecimento” do ano que chega ao fim.

Não era festivo como nos dias atuais. Era silencioso.

No Período Edo (1603 até 1868), esse ritual chegou à camada da população em geral. Aí sim, foi introduzido o ato de beber saquê e esquecer as dificuldades do ano.

Fixou-se popularmente no Período Edo (1867 a 1912). Os estudantes que não podiam voltar para o interior ou funcionários que recebiam salários passaram a se reunir festivamente.

O primeiro ideograma da palavra, 忘 tem o significado do “esquecer”, “deixar o passado”. Assim, as festas de fim de ano para esquecer o passado se fixaram na sociedade japonesa.

Se foi convidado, recusar sem um motivo muito especial, pode ir contra a etiqueta. Participar de um bonenkai corporativo, onde há bebida alcoólica, não significa um banquete ou festa onde se permite extrapolar. A hierarquia dentro das organizações japonesas são levadas a sério.

Por isso, na festa corporativa as regras de etiqueta são bem-vindas, evitando a aspereza. Deve ser um momento prazeroso. As mesmas regras de boa convivência se aplicam às festas entre os colegas do clube ou da escola, dos amigos e familiares.

O importante é fazer o brinde (kanpai, escreve-se 乾杯) e desfrutar do momento com alegria. Afinal, teve uma equipe que procurou o local mais adequado e organizou tudo com carinho. 

http://www.portalmie.com/atualidade/cultura/cultura-japonesa/2017/12/significado-do-bonenkai/
http://portal.konbini.com.br/bonenkai-festa-final-ano/

Tenno Tanjyo - Imperador Akihito Comemora Aniversário de 84 Anos


Uma multidão recorde homenageou o imperador Akihito, de 84 anos, no palácio imperial de Tóquio, no sábado (23), em sua primeira festa de aniversário desde que a data da sua abdicação foi anunciada. O aniversário do imperador é tradicionalmente marcado por um feriado nacional e o Palácio Imperial ao público no dia. Cerca de 10 mil pessoas aguardaram no portão principal antes de sua abertura às 9h30 deste sábado (23).

Adeptos agitaram pequenas bandeiras japonesas e sustentaram smartphones enquanto o Imperador Akihito, cuja posição é cerimonial sem poder político, dirigiu-se a eles de uma varanda, acompanhado por sua esposa e outros membros da família imperial.

A multidão de 52.300 pessoas, de acordo com a Agência Imperial, foi a maior participação em aniversário durante o reinado simbólico de 29 anos de Akihito, conhecido como a era "Heisei", que significa "alcançar a paz" em japonês.

Ele então demonstrou solidariedade pela população em áreas afetadas por fortes chuvas e tufões neste ano, assim como por aquelas pessoas que ainda são afetadas de alguma forma por desastres passados incluindo o terremoto e tsunami de 2011 que atingiu o nordeste do Japão.

"Neste dia, quando enfrentamos o frio, meus pensamentos vão para aqueles que sofreram com tufões e chuvas intensas, bem como as vítimas do grande terremoto do leste do Japão que continuam a levar vidas difíceis", disse ele, referindo-se ao terremoto e tsunami de 2011 que mataram e deslocaram dezenas de milhares na costa leste do país.

Juntamente com a Imperatriz Michiko, Akihito passou muito do seu reinado abordando o legado da Segunda Guerra Mundial, que foi travada em nome de seu pai, Hirohito, e consolando vítimas de desastres, como o terremoto de 2011.

No início deste mês, um Conselho Imperial da Família de 10 membros concordou que Akihito abdicaria em 30 de abril de 2019, antes de passar o Trono de Crisântemo ao filho mais velho, o Príncipe Herdeiro Naruhito.

Em comentários feitos à mídia, Akihito disse que usaria os dias restantes de seu reinado para desempenhar seus deveres e se preparava para "passar a tocha para a próxima era".

Akihito passou por cirurgia cardíaca e tratamento para câncer de próstata e disse no ano passado que temia fazer grande esforço para cumprir suas obrigações reais devido à sua idade.

O Japão aprovou uma lei este ano dando-lhe permissão para abdicar, regra limitada apenas a ele, já que a lei existente não prevê abdicação. A última vez que um imperador japonês abdicou foi em 1817.

O Imperador Akihito espera que 2018 seja uma ano de paz.

23 de dezembro – Tennō tanjōbi, Aniversário do Imperador

Dia 23 de dezembro é Tennō tanjōbi (天皇诞生日), Dia do Aniversário do Imperador Akihito, atual regente no Japão. Este é o último feriado nacional japonês ao longo do ano – O próximo será o Oshougatsu, no dia 1 de janeiro. Além do respeito que todos os cidadãos japoneses tem pelo Imperador Akihito, a data também é muito especial devido à proximidade com o Natal e festas de fim de ano.

No Japão, a data de aniversário do Imperador regente é tido como feriado nacional, assim como ocorreu com o antecessor Hirohito, que reinou no Período Showa (1926-1989) e tem o seu feriado no dia 29 de Abril, o Showa no Hi, durante o feriado prolongado Golden Week.

Mesmo após a sua morte, a data se manteve como feriado nacional e é bem provável que aconteça o mesmo com o atual Imperador Akihito e os próximos que certamente virão.Antes da Segunda Guerra Mundial, o feriado se chamava Tenchōsetsu, mas em 1948, passou a se chamar Tennō tanjōbi, uma maneira menos formal, que tem o mesmo significado.

No dia 23 de dezembro, uma cerimônia pública é realizada nas imediações do Palácio Imperial. Existe apenas dois dias do ano onde é permitida a visitação pública no Palácio Imperial: No Aniversário do Imperador e depois no dia 2 de janeiro, no Kokyo Ippan Sanga.

O Imperador, acompanhado pela imperatriz Michiko e vários outros membros da família imperial, aparecem em uma varanda do palácio para acenar e cumprimentar as multidões que se aglomeram ao redor do Palácio.

Akihito nasceu no dia 23 de dezembro de 1933 e se tornou Imperador em 1989, ou seja, faz 24 anos que está no trono. De acordo com a Ordem Tradicional de Sucessão, Akihito corresponde ao 125° Imperador na sucessão japonesa.

Desde que subiu ao trono, Akihito sempre mostrou o desejo de trazer a família imperial para mais perto do povo japonês e sempre foi muito cortês com os países vizinhos, como China e Coreia, mesmo com as tensões que existe entre o Japão e esses países.

Após o Grande Terremoto de Tohoku, que ocorreu em 11 de Setembro de 2011 e as consequências terríveis que ele trouxe como o tsunami e a crise nuclear de Fukushima, o Imperador Akihito emocionou à todos, quando fez uma aparição televisionada, pedindo ao povo japonês que não perdessem a esperança e que ajudassem uns aos outros.

Um grande gesto de bondade e solidariedade que acabou tornando-se histórica, pois Akihito sempre buscou se manter longe dos holofotes. Porém, por ser Imperador do Japão, ele entendeu que não tinha como ficar indiferente a uma catástrofe como essa.

Ele e a imperatriz Michiko foram até Sendai, no dia 30 de março de 2011, para visitar os desabrigados, a fim de oferecer solidariedade e esperança entre as pessoas, que perderam tudo o que tinham, inclusive familiares.

Realmente uma grande gesto que só fez aumentar a admiração que o povo japonês dedica à ele, pois mostrou que além da humildade e generosidade, ele tem de fato, interesse de trazer a família real para mais perto das pessoas.

http://www.alternativa.co.jp/Noticia/View/72641/Imperador-do-Japao-atrai-multidao-recorde-em-aniversario-enquanto-se-prepara-para-abdicar

http://www.portalmie.com/atualidade/noticias-do-japao/sociedade-2/2017/12/imperador-akihito-comemora-84-anos/

http://www.japaoemfoco.com/tenno-tanjobi-aniversario-do-imperador/

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

68º Kouhaku Utagasen! Lista das Músicas que Serão Interpretadas


Depois de muita expectativa, a NHK anunciou a lista de músicas que serão interpretadas no 68º Kouhaku Utagasen. Sem muitas grandes novidades, o show deste ano terá muitas canções antigas, principalmente no bloco enka. A cantora Ichikawa Yukino(02ª participação) interpretará o grande sucesso da cantora Misora Hibari "Jinsei Ichiro", enquanto o cantor Fukuda Kouhei (04º participação) interpretará o grande sucesso do cantor Murata Hideo, "Ossho". A cantora Shimazu Aya interpretará uma canção muito cantada nos karaokes aqui do Brasil, originalmente lançada pela cantora Bette Midle em 1979, a canção "The Rose" (Ai wa Hana Kimi wa Sono Tane). O cantor Hikawa Kiyoshi, grande vencedor do prêmio Record Taisho 2017, contrário às expectativas, irá interpretar um grande sucesso antigo, "Kiyoshi no Zundoko Bushi", em vez de seu atual grande sucesso "Otoko no Zessho". A apresentação especial deste ano (special guest) ficará à cargo da cantora Amuro Namie, que anunciou sua aposentadoria em 2017. Acompanhe o 68º Kouhaku Utagassen no próximo domingo (31) às 08h15 BRST pela NHK World Premium.

1ª PARTE
01) Hey! Say! JUMP - Come On A My House
02) Little Glee Monster - Sukida ~Yume o Utao ver.~
03) Keisuke Yamauchi - Ai ga Shinjirarenainara ~Seme Kimiko-tachi Budōkai
04) E-Girls - Love ☆ Queen 
05) SHISHAMO - Ashita mo ~Kouhaku 2017 ver.~
06) Hiroshi Miyama - Otoko no Ryūgi ~Kendama Sekai Kiroku e no Michi~
07) Ai & Naomi Watanabe - Kirakira
08) Takehara Pistol - Yo, Sokoi no Wakai no
09) Midori Oka - Sado no Yuukue 
10) Sexy Zone - Gyutto
11) Yukino Ichikawa - Jinsei Ichiro
12) Kohei Fukuda - Osho
13) Sandaime J Soul Brothers from EXILE TRIBE - Happy ~Kouhaku Special Version~
14) Yoshimi Tendo - Donbori Ninjou
15) Sekai no Owari - Rain
16) Mai Kuraki - Togetsukyo (Kimi Omou)
17) TWICE - TT (Japanese ver.)
18) Daichi Miura - Daichi Miura Kouhaku Special
19) Kaori Mizumori - Hayatomo no Seto
20) WANIMA - Tomoni
21) Aya Shimazu - The Rose
22) Go Hiromi - 2-oku 4-sen-man no Hitomi ~GO! GO! Bubble Remix~

2ª PARTE
23) Keyakizaka46 - Fukyowaon
24) Kanjani8 - Nagurgaki Beat
25) Masaharu Fukuyama - Tomoe Gakuen
26) Fuyumi Sakamoto - Otoko no Hi Matsuri
27) Kana Nishino - Pa!
28) TOKIO - Ambitious Japan
29) Hiroshi Itsuki - Yozora
30) Nogizaka46 - Influencer
31) Seiko Matsuda - Atarashii Ashita
32) Ken Hirai - Non-fiction
33) Ringo Sheena & Tortoise Matsumoto - The Main Street
34) Perfume - Tokyo Girl
35) X Japan - Endless Rain Kouhaku 2017 Special
36) AKB48 - Shichousha ga Eranda Yume no Kouhaku SP Medley
37) Elephant Kashimashi - Koyoi no Tsuki no You ni
38) Takako Matsu - Ashita wa Dokokara
39) Gen Hoshino - Family Song
40) Superfly - Yume o Kome Hanataba o
41) Arashi - Arashi x Kouhaku Special Medley
42) Mariko Takahashi - For You...
43) Kiyoshi Hikawa - Kiyoshi no Zundokoboshi
44) Sayuri Ishikawa - Tsugaru Kaikyou Fuyugeshiki
45) Yuzu - Eikou no Kakyou

http://www.nhk.or.jp/kouhaku/artist/

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Lançamento! Tendo Yoshimi - Haha to Musume no Ikiru Uta


Confiram o mais recente lançamento da cantora Tendo Yoshimi, a canção "Haha to Musume no Ikiru Uta", lançado em dezembro de 2017. Nascida em setembro de 1954 na provincia de Osaka, a cantora completa 47 anos de carreira em 2017. Esta linda canção foi interpretada pela cantora em seu show de 45 anos de carreira, e em 2017 foi lançado como single devido ao seu grande sucesso. Esta canção é uma linda homenagem à relação de mãe para filha, inclusive feita à mãe da cantora durante seu show. Este é o seu 79º single lançado e em 2017 ela fará sua 22ª apresentação no show de final de ano Kouhaku Utagasen da TV NHK. 

Prayer For Japan! Pesquisadores alertam para iminência de ‘terremoto de grandezas extremas’


A Sede para a Promoção de Pesquisas sobre Terremotos (Jishin Honbu) anunciou nesta terça-feira (19) uma pesquisa sobre a iminência de um “terremoto de grandezas extremas” (cho-kyodai jishin). Segundo os pesquisadores, a possibilidade de um terremoto de magnitude 8,8 ou mais ocorrer no Fosso das Curilas-Kamchatka, na Baía de Hokkaido, nos próximos 30 anos, subiu para até 40%.

Essa é a primeira revisão das previsões de terremotos realizada pelos pesquisadores em 13 anos. Baseando-se nas pesquisas recentes, a sede analisou pela primeira vez a probabilidade de um terremoto na mesma escala do “Sismo e Tsunami de Tohoku de 2011” (magnitude 9) ocorrer.

Os resultados mostraram que a probabilidade de um terremoto de magnitude 8,8 abalar o território marítimo das Baías de Tokachi e Etoro Futou é de 7% a 40%. Um terremoto da mesma escala ocorre em média a cada 340 a 380 anos. “O intervalo médio passou do ‘período de ocorrência comum’, e a iminência de ocorrência elevou-se”, disse o Jishin Honbu.

Em 2006 o Conselho Central de Gestão de Desastres (Chuo Bousai Kaigi), do Gabinete do Governo, havia realizado uma suposição de danos. Segundo a organização, na pior das hipóteses, os maremotos causados pelo fenômeno deixariam cerca de 700 mortos em Hokkaido e 200 na ilha principal. Contudo, o Gabinete pretende divulgar uma nova suposição no próximo ano.

O Jishin Honbu também calculou a possibilidade de ocorrência de terremotos gigantes com epicentros individuais na mesma região marítima. Segundo a sede, há aproximadamente 70% de probabilidade de um terremoto de magnitude 7,8 a 8,5 na Baía de Nemuro e 7% na Baía de Tokachi.

“O Terremoto de Grandezas Extremas trará fortes tremores em amplas áreas e maremotos em vários locais. Visto que um terremoto de grandezas extremas como o de Tohoku pode atingir Hokkaido, será necessário revisar os preparativos”, disse Ataru Hirata, diretor das pesquisas de terremotos do Jishin

Honbu.Fonte: Asahi Shimbun

http://www.portalmie.com/atualidade/2017/12/pesquisadores-alertam-para-iminencia-de-terremoto-de-grandezas-extremas/

Japoneses elegem ideograma de 'Norte' como símbolo de 2017


Os japoneses designaram o ideograma que significa "Norte" como símbolo de 2017, ano marcado pelos avanços dos programas nuclear e balístico da Coreia do Norte, cujos mísseis sobrevoaram o território nipônico."Foi o ano em que as pessoas se sentiram ameaçadas e preocupadas com os reiterados lançamentos de mísseis balísticos por parte da Coreia do Norte e seu sexto teste nuclear", comentou a associação japonesa de promoção do kanji, que organiza a votação anual.

O Kanji do Ano [今年の漢字 Kotoshi no Kanji] é o ideograma japonês escolhido através de uma votação nacional, que melhor simboliza como foi o transcurso do ano. O kanji é apresentado numa cerimônia no Dia do Kanji (dia 12 de dezembro), no Templo Kiyomizu.

O organizador do pleito para escolher o kanji do ano é a Sociedade de Exame de Proficiência em Kanji [財団法人日本漢字能力検定協会 Zaidan hojin Nihon Kanji Noryoku kentei kyokai] que realiza esta consulta , anualmente, desde que a ideia foi lançada em 1995.

Apresentamos os kanjis que representaram os anos desde 1995 com a respectiva motivação:

2016 – [金 kin きん] ouro: Em primeiro lugar, o elevado número de medalhas de ouro que o Japão ganhou nas Olimpíadas Rio 2016 desempenhou um papel importante na escolha. Em segundo lugar, a mudança para taxas de juros menores também desempenhou um papel, vendo como "taxa de juro" é "kinri" em japonês, que incorpora o kanji "ouro" quando escrita. Em terceiro lugar, a vitória nas eleições presidenciais de Trump, dizem ter sido um fator (presumivelmente por causa do cabelo amarelo). E, finalmente, Piko Taro, que ganhou fama mundial com a música 'PPAP', que é conhecido por seu figurino cor de ouro.
2015 [安 An] segurança: Questões de segurança relativas à explosão no Santuário de Yasukuni, ataque terrorista em Paris.
2014 [税 Zei ぜい] imposto: Esse kanji foi escolhido em referência ao aumento do imposto sobre o consumo, que subiu de 5% para 8% este ano.
2013 [轮 Rin りん] círculo: O Japão é escolhido para ser a sede das Olimpíadas de 2020 e o Kanji escolhido está relacionado aos anéis que simbolizam os Jogos Olímpicos.
2012 – [金 kin きん] ouro: O Japão ganhou várias medalhas nas Olimpíadas de Londres 2012, Shinya Yamanaka (pesquisador de células-tronco adultas) ganha o Prêmio Nobel, um eclipse solar é observado pela primeira vez no Japão em 932 anos, em meio a preocupações como o imposto sobre consumo e bem-estar (“金” é também o primeiro kanji selecionado mais de uma vez – vide ano 2000).
2011 – [絆 kizuna きずな] união, laço de união: Terremoto e tsunami no Japão. Os japoneses redescobrem a importância da união, de estarem unidos face a situações devastadoras. O time de futebol feminino, Nadeshiko Japan, ganha a Copa do Mundo Feminino FIFA 2011, resultado da confiança e trabalho de equipe.
2010 – [暑 atsui あつい] calor (clima): O Japão sofre uma onda de calor que afeta a vida e a saúde da população. Os mineiros Chilenos resgatados do calor e umidade da mina em Copiapó a 700 metros de profundidade. A sonda Hayabusa suporta 10.000ºC de temperatura na reentrada na atmosfera da Terra.
2009 – [新 atarashii あたらしい arata あらた] novo: O Partido Democrático do Japão chega ao poder desbancando cinquenta e quatro anos de governo do Partido Liberal Democrata. A gripe Suína (Gripe A), conhecida no Japão como shin-gata influenza (新型インフルエンザ), propagou-se pelo mundo. O jogador de beisebol Ichiro Suzuki detem novo recorde na Grande Liga de Beisebol com 200 batidas em nove temporadas seguidas.
2008 – [変 kawaru かわる] mudança: Mudança do primeiro ministro japonês. Barack Obama ganha as eleições presidenciais usando a palavra mudança (change). Mudanças econômicas e ecológicas no mundo.
2007 – [偽 itsuwaru いつわる nise にせ] falso, engano, decepção: Escândalo da venda de produtos alimentícios com prazo de validade adulterados. Problemas com fundos de partidos políticos e falhas no reigstro de pensões. Controvérsia na violação de propriedade intelectual do Parque de Atrações de Shijingshan, em Beijing, China.
2006 – [命 inochi いのち] vida: Nascimento do Príncipe Hisahito, filho de Akishino. Preocupação e incerteza face a situações de atropelo e omissão de socorro causado por motoristas alcoolizados, casos de suicídio devido ao bullying, suicídio de um membro da Guarda Imperial, entre outros. Vidas nascem e outras são ceifadas.
2005 – [愛 ito.shii いとしい] amor: Expo 2005 foi realizada em Aichi [愛知]. Casamento da Princesa Nori com Yoshiki Kuroda. A atleta de tênis de mesa Ai Fukuhara (福原 愛, Fukuhara Ai) joga na China.
2004 – [災 wazawai わざわい] desastre: Terremoto de Chuetsu. Tufão Tokage causa grandes prejuízos. Acidente na central nuclear de Mihama. Escândalo da Mitsubishi Motors mascarando defeitos conhecidos.
2003 – [虎 tora とら] tigre: Time de beisebol Hanshin Tigers ganha a Liga Central pela primera vez em 18 anos.
2002 – [帰 kaeru かえる] retorno: Japão e Coreia do Norte iniciam diálogo. Cinco cidadãos japoneses sequestrados na Coreia do Norte retornaram ao Japão.
2001 – [戦 tatakau たたかう ikusa いくさ] guerra: Ataques de 11 de setembro de 2001. Guerra no Afeganistão. Recessão Global.
2000 – [金 kin きん] ouro: A Judoca Ryoko Tamura (agora conhecida como Ryoko Tani) e a maratonista Naoko Takahashi conquistam ouro nos Jogos Olímpicos de Sidney. Kim Dae Jung e Kim Jong-il realizam a primeiro Cúpula Presidencial Norte Coreana. Morrem as gêmeas centenárias Kin-san e Gin-san, as irmãs de Narita, cujos nomes soam como ouro e prata.
1999 – [末 sue すえ] final: Último ano da década, do século e do milênio. Acidente na usina nuclear de Tokaimura.
1998 – [毒 doku どく] veneno: Sessente e sete pessoas doentes e quatro morreram após comer curry envenenado. Masami Hayashi é preso e desencadeia incidentes similares. Preocupação com dioxinas.
1997 – [倒 taoreru たおれる] abater, derrubar: Onda de falências de corporações, empresas e bancos. A seleção japonesa de futebol vence equipes consideradas favoritas no torneio da Ásia e se classifica para o Mundial da FIFA em 1998.
1996 – [食 taberu たべる] comer, comida: Ocorrem inúmeros casos de intoxicação alimentar devida a bactéria E. coli O157, que afeta o programa de lanches escolares.
1995 – [震 furueru ふるえる] terremoto: Grande terremoto de Hanshin-Awaji. Sensação de insegurança devido os ataques com gás sarin no metrô de Tóquio.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Evento! 21º Grand Kouhaku Grupo The Friends(SP)



Olá amigos! Hoje quero fazer uma convite muito especial! No proximo dia 17/12 acontecerá no grande auditório do Bunkyo de São Paulo a 21ª edição do Grand Kouhaku Utagasen do Grupo The Friends.

Este é o último grande evento musical da colônia japonesa de São Paulo, e contará com mais de 50 cantores que, acompanhados da Orquestra The Friends liderado pelo Professor Tadao Ebihara, farão suas belissimas apresentações nos moldes do show de final de ano da TV NHK, Kouhaku Utagasen. 

No Japão, o Kouhaku Utagasen é um dos eventos mais tradicionais, onde duas equipes, Shirogumi (equipe branca dos homens) e Akagumi (equipe vermelha das mulheres) competem para ver quem se sai melhor. 

O Kouhaku Utagasen do Grupo The Friends reunirá grandes nomes da música japonesa do Brasil, inclusive com apresentações muito especiais de famosos jurados dos concursos brasileiro e paulista de música japonesa. É uma ótima oportunidade para apreciar boa música japonesa e conhecer um pouco mais da cultura. 

Eu, Ricardo Nakase, participarei em mais uma edição do Kouhaku Utagasen do Grupo The Friends em dois momentos. A minha primeira participação será em dueto coma  capitã do Akagumi, a grande cantora e apresentadora Mayumi Takahashi por volta das 11h, e a minha segunda participação será pelo shirogumi por volta das 16:30h. Neste ano, com o tema "Rumo aos 110 anos da Imigração Japonesa", farei uma apresentação especial em homenagem às comemorações dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil que acontecerá em 2018. Contarei também com participação especial do Hanabi Soran da Academia Corpus Line de Mogi das Cruzes, do Taiko Infanto-juvenil da Professora Mary Nishimura e do grupo de dança do Shinsei ACAL da Liberdade. 

Este evento tem carater beneficente e a entrada é 01 produto de higiene pessoal que será destinado à entidade Kibo no Ie. O evento se estenderá durante o dia todo, tendo inicio às 10h da manhã com o juramento feito pelos capitães das duas equipes, não sendo necessario a permanência o dia todo dentro do auditorio. 

Contamos com a presença de todos vocês! 

21º Grand Kouhaku Grupo The Friends
Data: 17/12/2017
Horario: à partir das 10h
Local: Grande Auditorio do Bunkyo, Rua São Joaquim, 381, Liberdade, São Paulo
Entrada: Produtos de Higiene Pessoal

*Haverá sorteio de diversos brindes durante o evento

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

ANTÔNIO INOKI, EX-LUTADOR E SENADOR JAPONÊS, FAZ PALESTRA NO BUNKYO(SP)


GENKI DESUKAAA! GENKI GA AREBA NANDEMO DEKIRU! (Tudo é possível se estiver firme e forte!) – o bordão de Antônio Inoki é o título escolhido para a palestra que ele fará no próximo dia 16 de dezembro, quando estará visitando o Bunkyo.

Destaque no Japão como campeão de luta-livre, em 1976, Inoki ficou famoso mundialmente por enfrentar um dos maiores pesos pesados da história do boxe, Muhammad Ali. Para o embate foram estabelecidas regras especiais e o confronto terminou empatado – mas considera-se que essa teria sido a lendária primeira luta interdisciplinar, modalidade conhecida atualmente como MMA.

Em 1989, Inoki foi eleito para a Câmara dos Conselheiros (Câmara Alta da Dieta do Japão) pela legenda própria – Partido do Esporte e da Paz. No início dos anos 1990, ele organizou pessoalmente um evento de luta livre no Iraque, o que permitiu negociar, antes da Guerra do Golfo, a libertação de 41 cidadãos japoneses cativos.

A carreira política foi interrompida em 1995 após uma série de acusações, das quais foi inocentado. Em 2013, retornou à Câmara dos Conselheiros pelo Partido pela Restauração do Japão, onde permanece até o presente.

Atualmente, Inoki destaca-se por suas viagens à Coreia do Norte (calcula-se que esteve lá mais de 30 vezes) para promover eventos esportivos e a aproximação desse país com o Japão.

Na comunidade nipo-brasileira, o nome de Antônio Inoki (Kanji Inoki, nascido em 20 de fevereiro de 1943) é familiar. Natural de Yokohama, emigrou ao Brasil com 14 anos e foi trabalhar como agricultor, cultivando café e amendoim. Aos 17 anos, foi descoberto por Rikidozan, famoso lutador de luta-livre que estava em turnê pelo Brasil, e retornou ao Japão para iniciar sua carreira profissional.

SERVIÇO
Palestra de Antônio Inoki:
GENKI DESUKAAA! GENKI GA AREBA NANDEMO DEKIRU! (Tudo é possível se estiver firme e forte!)
Data/Hora: 16 de dezembro de 2017, às 15h
Local: Pequeno Auditório do Bunkyo
Rua São Joaquim, 381, 3º and. do Prédio Anexo – Liberdade – São Paulo – SP
Entrada Franca – solicita-se a doação de 1Kg de alimento não perecível
Vagas limitadas – inscrições pelo e-mail evento@bunkyo.org.br
Palestra em japonês com tradução consecutiva
Apoio:
Fundação Kunito Miyasaka
Fundação Japão em São Paulo

Evento! Exibição da Animação Japonesa "Por Quê Vivemos?" - 14 a 20/Dezembro



Direção: Hideaki Oba, Japão, 87 minutos, Classificação: 10 anos. Inspirada no livro homônimo de Kentetsu Takamori, a animação japonesa narra a história de um jovem camponês que vive com a mulher grávida. Quando ela morre em um acidente, o homem fica revoltado com o mundo. Resolve então participar de uma palestra de um monge budista e passa a re-significar a vida.

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Lançamento! Matsuo Yushi - Sayonara Uso ni Kaete

Confiram o mais recente lançamento do cantor Matsuo Yushi, a canção "Sayonara Uso ni Kaete", lançado em dezembro de 2017. Nascido em julho de 1991 na provincia de Nagasaki, o jovem cantor completa 05 anos de carreira lançando seu 07º single.



terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Hikawa Kiyoshi é o Grande Vencedor do Yuzen Taisho 2017!


O grande vencedor da 50ª edição do Nihon Yusen Taisho foi o cantor Hikawa Kiyoshi! Ele se consolida como um dos maiores artistas do Japão da atualidade. Cantor versátil, ele interpreta diversos estilos musicias, mas foi na música do estilo enka que ele iniciou sua carreira, e até hoje é considerado um dos maiores divulgadores do estilo, principalmente no meio do publico mais jovem. 

Nascido em setembro de 1977 na provincia de Fukuoka, o cantor completa 40 anos de idade e 17 anos de carreira em 2017. Esta é a nona vez que o cantor é reconhecido com o maior prêmio da industria fonografica japonesa. O seu 30º single "Otoko no Zessho", lançado em março de 2017, alcançou grande sucesso, ganhando diversos prêmios durante esta temporada. Com estilo enka tradicional, a musica fala do caminho do homem comparado à música.  

Presença confirmada no 68º Kouhaku Utagasen, provavelmente a canção "Otoko no Zessho" será a escolhida. Confiram na sequência o video da premiação do Nihon Yuzen Taisho 2017 e o clip oficial da música "Otoko no Zessho"!



Evento! Bunkasai - Festival de Musica e Cultura Japonesa da cidade de Assis(SP)


Evento! Festival do Japão de Taubaté(SP)


Evento! Bunkyo Cinema(SP)


07/12 - BUNKYO CINEMA: Escola II (Gakko II) - dedicado professor de escola para alunos especiais encara um problema: dois alunos saíram para ir às compras e desapareceram. Com ajuda de seus colegas, o professor parte em busca dos alunos, disposto a solucionar o mistério...

Com entrada franca, as sessões são realizadas em parceria com a Fundação Japão. As exibições dos filmes japoneses são legendadas em português e acontecem na primeira quinta-feira útil do mês, às 13h, no Pequeno Auditório do Bunkyo.

domingo, 3 de dezembro de 2017

O Imperador Akihito abdicará do Trono Japonês em 30 de abril de 2019


O imperador Akihito, que passou a maior parte de suas quase três décadas no trono do Japão tentando curar as feridas da Segunda Guerra Mundial, renunciará no dia 30 de abril de 2019, a primeira abdicação de um monarca japonês em quase dois séculos.

Os 10 integrantes do Conselho da Casa Imperial, que conta com parlamentares, membros da realeza e juízes da Suprema Corte e é presidida pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, concordou Akihito, que completa 84 anos em 23 de dezembro, passou por uma cirurgia cardíaca e teve câncer de próstata, disse em comentários raros divulgados no ano passado que teme que sua idade torne muito difícil cumprir suas funções.

Ele será sucedido pelo príncipe herdeiro Naruhito, de 57 anos. “Esta é a primeira abdicação de um imperador em 200 anos e a primeira sob a Constituição [do pós-guerra]”, disse Abe aos repórteres depois de anunciar a recomendação. “Sinto muita emoção porque hoje a opinião do Conselho da Casa Imperial foi decidida tranquilamente, e um grande passo foi dado rumo à sucessão imperial.”

O gabinete ainda tem que aprovar a decisão da data, o que deve acontecer na semana que vem.

Antes considerado divino, o imperador japonês é definido pela Constituição do pós-guerra como um “símbolo do Estado e da unidade do povo”, mas não tem poder político.

Akihito, assim como a imperatriz Michiko, passou muito tempo tentando tratar do legado da Segunda Guerra Mundial, que foi disputada em nome de seu pai, Hirohito, e consolando as vítimas de desastres ou outras calamidades. Ele é altamente respeitado pelos japoneses comuns. “Tanto o imperador quanto a imperatriz pensaram incansavelmente no povo”, disse Taeko Ito, um cuidador de 72 anos. “Agora ele é idoso e desejo de todo o coração que consiga descansar.”

Akihito e Michiko, a primeira plebeia a se casar com um monarca japonês, trabalharam para reatar laços abalados pela agressão de seu país antes e durante a Segunda Guerra Mundial em toda a Ásia com muitas viagens ao exterior.

Em 1992 Akihito se tornou o primeiro monarca do Japão no passado recente a visitar a China, onde lembranças amargas da guerra sobrevivem. Durante a visita ele disse “deplorar profundamente um período infeliz no qual meu país infligiu grande sofrimento ao povo da China”.

http://forbes.uol.com.br/colunas/2017/12/akihito-abdicara-em-30-de-abril-de-2019/

Evento! 21ª Feira Japonesa do Recife(PE)


Lançamento! Nakazawa Takuya - Higan Bana no Saku Koro

Confiram o mais recente lançamento do cantor Nakazawa Takuya, a canção "Higan Bana no Saku Koro", lançado em novembro de 2017. Com apenas 22 anos de idade, ele lança seu segundo single. Com  o single de debut "Aoi Diamond", ele conquistou o prêmio de Revelação do ano do concorrido Record Taisho, prêmio maximo do mercado fonografico japonês. Nascido em outubro de 1995 na provincia de Niigata, ele é uma das grandes promessas da nova geração da música enka.  



terça-feira, 28 de novembro de 2017

Evento! 49º Toyo Matsuri na Praça da Liberdade(SP)




A origem do Toyo Matsuri se confunde com a história do próprio bairro da Liberdade. Os primeiros imigrantes japoneses chegaram ao Brasil em 1908 e foram para as fazendas de café, mas em 1910 já começam a surgir firmas fundadas por japoneses na Rua Conde de Sarzedas, Liberdade.

Em abril de 1969, o vereador de São Paulo, Mário Osassa, propõe que a cidade de São Paulo firme acordo de cidades-irmãs com a cidade de Osaka, no Japão. Em junho do mesmo ano, a Secretaria Municipal de Turismo adota a idéia de transformar Liberdade numa espécie de “Little Tokyo”, e em outubro de 1969, é assinado o acordo de cidades-irmãs entre São Paulo e Osaka.

No dia 27 de novembro de 1969, o bairro recebeu sua primeira festa organizada pela comunidade nipo-brasileira, com a apresentação de dança típica “bon odori”. No ano seguinte, em novembro, o viaduto da Rua Galvão Bueno foi batizado de Viaduto Osaka, em homenagem ao convênio firmado um ano antes. No início de dezembro desse ano (1970), a Praça da Liberdade e parte da Galvão Bueno recebem mil galhos de salgueiro trazidos do Japão pelo vice-presidente da Associação de Confraternização da Liberdade (antigo nome da Associação Cultural e Assistencial da Liberdade ACAL), Tsuyoshi Mizumoto. Os galhos enfeitaram o bairro, que participou do concurso de decoração de ruas, que a prefeitura promovia anualmente.

A festa com o bon-odori é realizada todos os anos, agora no início de dezembro. Surge no início da década de 70, a idéia de transformar o bairro da Liberdade num bairro oriental, mais abrangente do que um bairro japonês, e a prefeitura adotou o nome de “Bairro Oriental da Liberdade”. Os enfeites do Toyo Matsuri são mantidos o mês de dezembro inteiro, até o dia 31, quando se realiza o Festival Motitsuki Matsuri na mesma praça.

O Toyo Matsuri (que significa Festival Oriental), diferente da maioria dos eventos, não foi exatamente trazido do Japão, mas sim criado aqui no Brasil para reunir anualmente todos visitantes e moradores para desfrutar da cultura japonesa de uma forma mais festiva e informal, criando laços e oportunidades para expandir a cultura.

Entre as atrações do festival estão diversos shows artísticos de taikô e danças típicas, além de apresentações folclóricas com direito a todo aparato instrumental e de figurino. Comidas e artesanatos são também um forte atrativo durante os festivais da Liberdade, que mesmo em datas não festivas atrai milhares de visitantes todo final de semana.

Com uma expectativa de aproximadamente 100 mil visitantes, o 49º Toyo Matsuri mostra a força e a influência que a cultura japonesa tem na cidade de São Paulo. Além das atrações tradicionais de danças tipicas, artes marciais e a culinária, o evento apresentará o Universo Criança e o Universo Anime no domingo, com atrações mais voltadas para este publico. 

Em 2017, o Toyo Matsuri vai apresentar uma linda novidade para os nossos visitantes. A partir deste ano, teremos conosco o Hikari (光). Serão pequenos papéis coloridos que servirão para fazermos Pedidos de Luz.

Com a chegada do final do ano, nossos corações começam a se preparar para o início do próximo, sempre com a esperança de que as coisas melhorem... ou, para os afortunados, é o momento do agradecimento!

E isso tem tudo a ver com o Toyo Matsuri, que é um festival realizado como agradecimento a todos que frequentam e fazem o bairro da Liberdade continuar vivo e funcionando!

Seja qual for o seu momento, esperamos você na Praça da Liberdade, para compartilhar conosco o seu Pedido de Luz - Hikari.

Coloque aí na sua agenda: dias 2 e 3 de dezembro de 2017, você tem um encontro com a gente!

Eu, Ricardo Nakase, estarei me apresentando no dia 03/12 às 11:55h com uma seleção de músicas mais tradicionais e junto da Banda Uchiná no "Universo Anime" às 16:20h. Te espero lá!


49º Toyo Matsuri (Festival Oriental da Praça da Liberdade)
Data: 02 e 03 de dezembro de 2017
Local: Praça da Liberdadee, s/n, São Paulo, SP
Horario: à partir das 10:30h
Entrada Franca
Maiores informações e programação completa: 
https://www.facebook.com/groups/704279192986186/?ref=br_rs 

domingo, 26 de novembro de 2017

Lançamento! Jonouchi Sanae - Yoizukiyo

Confiram o mais recente lançamento da cantora Jonouchi Sanae, a canção "Yoizukiyo", 30º single de sua carreira, lançado em novembro de 2017. Nascida em maio de 1968 na provincia de Ibaraki, a cantora completa 32 anos de carreira. Ela fez muito sucesso também no programa de humor "Monamane", programa de imitações da Fuji TV. A cantora Jonouchi Sanae também é atriz e já fez varias participações em programas de radio



quinta-feira, 23 de novembro de 2017

“Ijime” bate recorde nas escolas do Japão com 323 mil casos em um ano


Tóquio – A problemática do bullying no Japão tomou forma com a divulgação de um levantamento do Ministério da Educação, que mostra que, em 2016, houve 323.808 casos em todo o arquipélago.

Os dados são os mais altos já registrados pelo governo. Em comparação a pesquisa de 2015, houve um aumento de 44%, com 98.676 casos a mais no levantamento anual.

O aumento do “ijime” (como é chamado em japonês) indica que o governo tem melhorado os métodos de registro, colocando no papel pequenos casos que antes permaneciam ocultos.

Segundo reportagem do Jornal Nikkei, o Ministério passou a solicitar que as escolas ficassem atentas até nos pequenos desentendimentos entre estudantes, para que fosse possível identificar logo no início.

O levantamento mostrou que o problema de maus tratos entre estudantes é mais comum nas escolas primárias (shougakkou). De todos os casos, 237.921 (57% a mais do que em 2015) aconteceram neste nível de ensino, o que representa 70% do total.

Em segundo lugar está a escola ginasial (chuugakkou), onde aconteceram 20% de todos os casos. Em 2% do total de casos, o problema foi registrado em escolas de ensino médio (koukou). O levantamento também contou os casos ocorridos nas escolas especiais (Tokubetsu Shien Gakkou).

Os casos de violência também aumentaram nas escolas primárias, com um registro de 22.847 ocorrências (34% a mais do que 2015). Em relação a esse registro específico, o Ministério analisou que houve uma mudança de comportamento dos professores.

“Com o maior reconhecimento do bullying, os professores pararam de tratar casos de violência de forma particular e passaram a anunciar o ocorrido, o que acarretou no aumento do registro”, disse um porta-voz.

O Ministério também considerou que há um aumento no número de crianças com dificuldades em controlar as próprias emoções, o que pode estar também relacionado a maior visibilidade de brigas entre alunos do primário.

Os casos de reconhecimento de bullying foram mais elevados em Quioto, com 96 ocorrências para cada 1.000 pessoas. A província com o menor registro foi Kagawa, com 5 casos na mesma proporção, o que é 19 vezes mais baixo.

O levantamento mostrou também um aumento no número de escolas que reconhecem problemas de bullying. Desta vez, 68% de todas as instituições emitiram registros, o que acarretou em um crescimento de seis pontos.

No entanto, 30% das escolas do país alegam que não houve nenhum caso de ijime e o Ministério considera o número extremamente elevado, o que pode indicar dificuldades no reconhecimento de casos por parte de muitas instituições de ensino.

O Ministério adotou medidas para pressionar as escolas que alegam não registrarem bullying, para que fiquem atentas ao comportamento dos alunos. Em contrapartida, para as instituições que registram casos elevados, a orientação é reforçar com os alunos a importância da vida e efetivar métodos de prevenção.

Em entrevista ao jornal, o professor da Universidade Ryukoku, Yoshimitsu Matsuura, que é pesquisador na área, comentou que há várias medidas eficientes que cada escola deveria tomar.

“As escolas devem abrir um centro de atendimento interno e construir um ambiente no qual os alunos se sintam à vontade para pedir ajuda e falar sobre problemas”, sugeriu.

Quanto ao aumento de casos de violência, o professor acredita que há vários fatores pessoais envolvidos. “Famílias em situação de pobreza ou que os filhos são criados apenas por um familiar sofrem com uma piora do ambiente de criação. Há um aumento do estresse infantil, que está relacionado a um comportamento de hostilidade”, analisou.

O Ijime ( いじめ / 苛め ) é como se chama o Bullying no Japão e infelizmente esse é um grande problema nas escolas japonesas, levando muitas crianças à abandonarem as escolas e até ao suicídio. Todos os anos são registrados milhares de casos de Ijime, segundo o Ministério da Educação do Japão, o que torna essa situação dramática em um grave problema na sociedade japonesa.

Segundo a revista Alternativa, no ano de 2012, em um período de 6 meses (entre abril e setembro) foram registrados 144 mil casos, mais que o dobro do ano passado inteiro, que chegou a 70 mil casos de Ijime, envolvendo tanto maus tratos físicos como psicológicos entre os alunos das escolas japonesas.

Dos 144 mil casos, 278 foram considerados críticos, envolvendo risco de vida. Por conta disso, campanhas contra o bullyng dentro das escolas, envolvendo alunos e professores serão incentivadas pelo Ministério da Educação, afim de conter esses números exorbitantes que podem causar graves sequelas emocionais.

A maior incidência de casos se deu no Shoogaku (Primário), com 88.132 episódios (aumento de 50 mil em relação ao ano passado), seguido pelo Chuugaku (Secundário) com 42.751 incidentes. Em terceiro, vem o kookoo (Ensino Médio), registrando 12.574 casos e na escola de apoio especial, foram 597 casos.

O aumento dramático, pode ser resultado da tecnologia e também do acesso fácil à internet e redes sociais, que fazem com que os agressores intimidem suas vítimas também através desses meios de comunicação, fazendo com que elas sejam agredidas, torturadas, chantageadas e humilhadas também virtualmente.

Os maus tratos compreendem em repetidas agressões verbais, físicas e psicológicas. É comum um grupo de agressores, extorquir dinheiro da vítima, roubar os seus pertences, humilha-la, xingá-la, queima-la com bitucas de cigarro, entre outras agressões ainda piores que tudo isso, que causam danos irreversíveis às vítimas.

Muitas crianças acabam abandonando a escola por medo das agressões. Outras são ainda mais drásticas e preferem tirar a própria vida do que continuar a viver aquela vida humilhante. As formas mais comuns de suicídio é enforcamento, se jogar de um lugar alto, como um edifício ou penhasco, se atirar na frente de um trem, etc.

Essa apuração foi realizada a mando de Hirofumi Hirano, ministro da Educação, após a repercussão da notícia do suicídio de um aluno do segundo ano do chuugaku, na cidade de Otsu (Shiga). O menino vinha sofrendo assédio moral por seus colegas e os professores faziam vista grossa para o que acontecia. Em 11 de outubro, ele resolveu por fim à sua vida, pulando do alto do seu prédio de 14 andares.

Esse garoto é apenas um dos milhares de casos que ocorrem desde sempre no Japão. Nem a neta do Imperador Akihito, passou ilesa ao Ijime. A princesa Aiko, de 8 anos, filha do príncipe Naruhito e da princesa Masako, deixou de frequentar as aulas por um período, alegando que a causa seria o Ijime por parte dos colegas.

Professores x Ijime

O Ijime, infelizmente está enraizado na sociedade japonesa, desde os tempos mais primórdios, o que torna um problema ainda mais difícil de ser resolvido de vez, embora seja possível reduzir o número de incidentes. O pior é saber que esse hábito terrível começa por aqueles que deviam denunciar os abusos: Os professores.

Eles são a maior causa do Ijime, pois o que dizer de professores que praticam maus tratos contra crianças diferentes, chegando até mesmo a ridiculariza-los perante as outras? Elas crescem achando que isso é normal e acabam sendo encorajados a praticar esses atos nefastos, praticado por grupos na maioria das vezes.

As vítimas são sempre os colegas mais “frágeis” fisicamente ou psicologicamente, sem a mínima estrutura para enfrentar o bando delinquente. Não delatam os maus tratos, por vergonha e por causa do descaso das autoridades das escolas a esse respeito. Além de cometerem ijime e influenciar as crianças a faze-lo, eles fingem não ver o que está acontecendo e omitem o fato, ao invés de denunciar.

Portanto, é preciso mudar a mentalidade dos educadores, para que se possa cortar o mal pela raiz. Só assim o Japão poderá ter esperança de ver menos casos de ijime acontecer nas escolas e ver as crianças mais felizes e seguras em uma escola com ambiente acolhedor, responsável pela formação acadêmica e psicológica do aluno.

Foto: iStockphoto
Fonte: http://www.alternativa.co.jp/Noticia/View/71924/Ijime-bate-recorde-nas-escolas-do-Japao-com-323-mil-casos-em-um-ano

Evento! Okinawa Minyo Live no Restaurante Oshiisa(SP)


terça-feira, 21 de novembro de 2017

Lançamento! Takeshima Hiroshi - Tsuki Makura


Confiram o mais recente lançamento do cantor Takeshima Hiroshi, a canção "Tsuki Makura", lançado em outubro de 2017. Nascido em agosto de 1978 na provincia de Fukui, o cantor Takeshima Hiroshi comemora 15 anos de carreira em 2017. O single "Tsuki Makura" foi lançado originalmente em janeiro de 2017. e já está em seu terceiro relançamento em comemoração aos 15 anos de carreira do cantor. 20º single lançado em sua carreira, pode ser classificado como "Long Hit", pois desde o seu lançamento, está presente no ranking dos singles mais vendidos no estilo enka/kayo. Confiram na sequência o video da segunda canção do single, entitulada "Yuuwaku".  





Japão Registra Recorde de Frio Durante o Outono


Uma frente fria cobriu o Japão nesta segunda-feira (20) e os termômetros estão indicando, na maioria das regiões, uma temperatura comum apenas no auge do inverno.

O frio está mais de um mês antecipado, considerando que o inverno só começa oficialmente no dia 22 de dezembro e muitas regiões ainda exibem o fenômeno do koyo (coloração das folhas de outono). De acordo com uma reportagem do portal meteorológico Tenki.jp, muitas províncias devem enfrentar neve e chuva nesse início de semana.

O tempo está nublado em Okinawa e a previsão é de chuvas esparsas nas ilhas. O templo nublado também atinge as regiões de Kyushu, Shikoku, Chugoku, Kansai e Tokai. Nessas localidades, algumas áreas podem enfrentar chuva ou neve durante o dia, principalmente em Chugoku e ao norte de Kansai.

As áreas montanhosas ao norte da região de Kanto devem enfrentar neve a partir do fim da tarde desta segunda. A neve também está prevista para Tohoku e Hokkaido, principalmente nas localidades próximas ao mar do Japão.

O tempo está nublado também ao lado do Oceano Pacífico em Tohoku e há possibilidades de chuva e neve. Na mesma área em Hokkaido, a previsão é de sol.

TEMPERATURAS
As máximas desta segunda-feira serão baixas na maior parte do arquipélago e se assemelham as temperaturas típicas de fim de ano.

A máxima é de 22ºC em Naha (Okinawa). Em Kagoshima, os termômetros não devem passar de 11ºC. Em Kochi (Shikoku) a máxima do dia é de 13ºC e em Hiroshima, 12ºC. Em Osaka e Nagoia (Aichi) a temperatura máxima é de 11°C e em Tóquio, 10ºC.


Entre Kyushu e Kanto, muitas localidades devem enfrentar um frio típico de inverno e, no nordeste e norte do Japão, algumas regiões enfrentam temperaturas extremas. A máxima do dia em Kanazawa (Ishikawa) é de 8ºC e em Sendai (Miyagi), 7ºC. Na província vizinha de Akita, a temperatura mais alta do dia será de 5ºC.

Em Sapporo, capital de Hokkaido, a máxima é de -1ºC, temperatura típica do auge do inverno na região. O portal informou que a província já enfrenta dois dias consecutivos de frio intenso.

No domingo (19), todo o Japão esfriou por causa da frente de inverno que chegou mais cedo trazendo até neve no outono.

A neve na cidade turística de Otaru (Hokkaido) foi de 33cm. Esse volume é 10 vezes mais que o normal desta época. Em toda a província, o volume dos flocos brancos registrados foi equivalente ao do pico do inverno. Em Sapporo foram 29cm e em outras cidades, até 28cm. Uma turista de Taiwan falou para a reportagem que estava curtindo a neve que não vê no seu país.

Por outro lado, a JR registrou atrasos dos trens e parte das vias expressas de Hokkaido tiveram trânsito interrompido por falta de visibilidade, no domingo.
Neve e granizo

A costa do Mar do Japão sofreu com essa vinda repentina. Em muitos locais foi a primeira neve do outono. Uma das principais consequências foi no trânsito. Por volta das 15h de domingo, na rodovia que liga a capital de Aomori ao aeroporto, ocorreram vários acidentes de carro. Nessa ocasião a temperatura era de -2,5ºC.

A cidade de Nanao (Ishikawa) registrou a temperatura mais baixa deste outono-inverno, de 0,4ºC, logo cedo, por volta das 9h. Até Kyushu sofreu com o frio dessa corrente. Pela manhã, em Aso (Oita) o termômetro marcou -3,1ºC e teve vento gelado intenso. O Monte Aso recebeu sua primeira coroa de neve desta temporada. Em Tottori (província homônima), não foi a neve que surpreendeu os moradores. Foram granizos que provocaram barulho quando caíam sobre os carros e as pessoas tiveram que usar guarda-chuva para se proteger. Em Kami-cho (Hyogo) a população acordou com a primeira neve da temporada. Da mesma forma, em Ozaki (Miyagi), a neve fez com que as pessoas saíssem de guarda-chuva para se protegerem. A temperatura de manhã foi de -0,7ºC. Em Akita a paisagem parecia ser de um cartão postal de inverno, toda em branco, com temperatura abaixo de zero.

A massa fria de inverno trouxe neve de novo nas cidades banhadas pelo Mar do Japão, desde Hokkaido ao oeste do Japão, também nas regiões montanhosas. Até quarta-feira a previsão é de frio de inverno em quase todo o arquipélago.

http://www.alternativa.co.jp/Noticia/View/72192/Frente-fria-atinge-Japao-e-antecipa-temperaturas-vistas-somente-no-auge-do-inverno

http://www.portalmie.com/atualidade/noticias-do-japao/sociedade-2/2017/11/dez-vezes-mais-de-neve-que-o-normal-em-hokkaido/

domingo, 19 de novembro de 2017

Lançamento! Oka Midori - Sado no Yubue


Nascida em julho de 1984 na provincia de Hyogo, ela completa 15 anos de carreira em 2017. Neste ano a cantora Oka Midori foi convidada à participar pela primeira vez do Kouhaku Utagasen, o maior evento musical da TV japonesa. Com 08 singles lançados, ela tem ganhado grande fama dentro do estilo enka/kayo.

O single "Sado no Yubue", foi lançado originalmente em fevereiro de 2017, e posteriormente, relançado em julho, devido aos eu grande sucesso. Confiram o video desta linda musica!



68º Kouhaku Utagasen! Lista de Participantes


Kouhaku Utagasen, um dos mais tradicionais eventos musicais da TV japonesa, anunciou a lista dos cantores convidados à se apresentarem na 68ª edição. Este show é televisionado pela NHK e já é marca do encerramento de ano. Infelizmente, com as mudanças que ocorreram(ou não) nos ultimos anos, este grande show perdeu muita audiência.  

O apresentador da 68º edição do Kouhaku Utagasen será o Teruyoshi Uchimura, enquanto o representante do time branco será o Ninomiya Kazunari, integrante do Arashi. Já o time vermelho terá como capitã a atriz Kasumi Arimura.

Se no ano passado Hikaru Utada e RADWIMPS se apresentaram pela primeira vez, um dos grandes destaques em 2017, a girl group sul-coreana TWICE, estará pela primeira vez se apresentando. Elas estouraram com o hit 'One more time', lançado como o primeiro single na terra do sol nascente. 

Infelizmente à cada edição, o Kouhaku Utagasen tem menos cantores que representam o estilo enka/kayo. Nesta edição, teremos 07 cantoras pelo akagumi, enquanto pelo shirogumi, teremos apenas 05 representantes do estilo mais tradicional. A surpresa fica por conta da primeira participação no Kouhaku da cantora Oka Midori, cantora que completou 15 anos de carreira em 2017 e faz parte da nova geração do enka.

Ainda não foi divulgado quem será o artista convidado especial desta edição. Estamos aguardando ansiosamente pela divulgação. 

Confiram a lista dos participantes da 68ª Edição do Kouhaku Utagasen da TV NHK! 

Time vermelho - Akagumi
AI
E-girls
Sayuri Ishikawa
Ichikawa Yukino
AKB48
Oka Midori
Mai Kuraki
Keyakizaka46
Fuyumi Sakamoto
Ringo Sheena
SHISHAMO
Aya Shimazu
Superfly
Mariko Takahashi
Yoshimi Tendo
TWICE
Kana Nishino
Nogizaka46
Perfume
Takako Matsu
Seiko Matsuda
Kaori Mizumori
Little Glee Monster

Time branco - Shirogumi
Arashi 
Hiroshi Itsuki
X JAPAN
Elephant Kashimashi
Kanjani8
Hiromi Go
Sandaime J Soul Brothers
SEKAI NO OWARI
Sexy Zone
Takehara Pistol
Tortoise Matsumoto
TOKIO
Kiyoshi Hikawa
Ken Hirai
Kohei Fukada 
Masaharu Fukuyama
Hey! Say! JUMP
Gen Hoshino
DAICHI MIURA
Hiroshi Miyama
Keisuke Yamauchi
Yuzu
WANIMA

Shigeru Ban se torna o primeiro japonês a ganhar o prêmio Madre Teresa


A Fundação da Harmonia, na Índia, concedeu ao arquiteto Shigeru Ban a Condecoração Memorial Madre Teresa por Justiça Social, o que torna Ban o primeiro japonês a receber a importante honraria – considerada uma versão asiática do Nobel da Paz – que reconhece anualmente indivíduos e grupos que promovem a paz, a harmonia e a justiça social no mundo.

Ganhador do renomado Prêmio Pritzker (2014), o Nobel da arquitetura, Shigeru Ban, de 60 anos, nasceu em Tóquio, onde se formou na Universidade de Artes de Tóquio, se especializando depois no Instituto de Arquitetura do Sul da Califórnia. Mais tarde, ele foi para a Escola de Arquitetura da Cooper Union, onde estudou sob a orientação de John Hejduk, se formando em 1984.

Entre os muitos trabalhos realizados pelo mundo, Ban vem se mostrando muito ativo na concepção e construção de casas temporárias de baixo custo em áreas atingidas por desastres pelo mundo inteiro.

Sua maior contribuição nesta área pode ser amplamente observada no próprio Japão, onde Ban idealizou divisórias que pudessem dar privacidade a famílias levadas a abrigos públicos após o tsunami de 2011 que devastou o nordeste japonês.

Nessas áreas afetadas, Ban projetou casas temporárias de baixo custo, mas com mobilidade e aspecto de residência definitiva, “um mínimo de conforto para aqueles que perderam seus lares de forma definitiva ou momentaneamente”, diz.

Ao anunciar o prêmio, a fundação disse que “Shigeru Ban tornou o mundo um lugar melhor através do poder da arquitetura”.

Ban projetou harmoniosas divisórias feitas de papel e tecido para proporcionar privacidade em abrigos. Suas estruturas também foram usadas para abrigar evacuados na província de Kumamoto após a série de fortes terremotos que atingiu a região em abril do ano passado.

Falando à imprensa nesta segunda-feira (13), Ban contou que iniciou seus trabalhos para abrigos pós-desastres em 1995. Ele disse que está honrado em ser reconhecido por suas atividades neste setor ao redor do mundo.

Ele prometeu ainda que, como arquiteto, “continuará trabalhando para criar novas formas de contribuição para o mundo”.

A cerimônia de premiação será realizada em Mumbai, na Índia, em 10 de dezembro.

O Prêmio Madre Tereza é um dos mais importantes do mundo no setor de projetos sociais e da paz. Em edições anteriores, a honraria já foi concedida a personalidades e grupos renomados como, por exemplo, o vencedor do Prêmio Nobel da Paz, Malala Yousafzai, e Médicos Sem Fronteiras, organização humanitária internacional que leva cuidados de saúde a pessoas afetadas por graves crises humanitárias.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Agência Kyodo | NHK World News Japan.

http://mundo-nipo.com/noticias-2/13/11/2017/shigeru-ban-se-torna-o-primeiro-japones-a-ganhar-o-premio-madre-teresa/