terça-feira, 30 de julho de 2013

Entrevista! Cantora Internacional Kamila Miyuki Yamashiro


É com muita alegria que neste mês a nossa entrevistada é a cantora internacional Kamila Miyuki Yamashiro. Este jovem talento tem conquistado aos poucos espaço na concorrida midia japonesa ao lado de grandes nomes da musica enka. Com dois singles lançados no Japão, ela veio ao Brasil nos visitar e deixar um pouco da sua alegria. Confiram uma breve entrevista concedida por essa linda e simpatica cantora.

Foi um enorme prazer te conhecer pessoalmente!!! tenho certeza de que sua luz e carisma farão de você um grande sucesso!!!


E.M. - Profile:

Nome: Kamila Miyuki Yamashiro
Data de nascimento: 23/12/1990
Cidade Natal: Curitiba - PR/ BR

A jovem cantora Kamila Miyuki Yamashiro foi para o Japão aos 17 anos com o intuito de buscar o seu sonho de ser cantora profissional. Residindo há 05 anos no Japão, ela já começa a colher os frutos de seu talento e persistência. Atualmente ela mora com o pai, que já residia lá no Japão na condição de dekassegui. 


E.M. - Olá Kamila, Parabéns pelo seu sucesso e obrigado por nos conceder esta pequena entrevista. Nos conte como é viver no Japão em busca do seu sonho de ser cantora profissional do estilo enka.


Devido às condições culturais, a vivência no Japão é mais confortavel, principalmente no aspecto segurança. Mas para conseguir viver tranquilo, a fluência no idioma é muito importante. A dificuldade em se comunicar acaba se tornando uma barreira no dia a dia para muitas coisas. E lá neva mais do que aqui. huahauha*


E.M. - Como tem sido seu dia a dia no mundo artistico no Japão?


Como ainda estou começando minha carreira artistica, tenho batalhado muito. A agenda de eventos ocupa praticamente todos os finais de semana com apresentações em taikais( concurso de karaoke) e nos matsuris(fetsivais). Durante a semana, faço a divulgação dos meus cds nos chamados "Kyapens", são pequenas campanhas de divulgação em bares e karaoke boxs. Nesses estabelecimentos, geralmente são feitos apresentações de aproximadamente 01 hora, onde interpreto varias canções e faço a venda dos meus cds. É uma rotina puxada e cansativa, mas gosto muito pois costumam ser muito divertidos.


E.M. - Quais são suas expectativas para o futuro no meio artistico e quais sãos seus maiores sonhos neste momento?


Como pretendo me manter através da carreira artistica, preciso construir uma imagem mais forte na midia. Mas se considerarmos os fatores economicos do Japão e a decadencia da popularidade do estilo enka. não será um caminho muito facil. O meu mmaior sonho neste momento é fazer apresentações na TV japonesa e no show de fim de ano da TV NHK Kouhaku Utagassen.


E.M. - Quais dificuldades enfrenta ou enfrentou para ingressar na vida artistica no Japão?


No Japão, atualmente fazer a gravação de um cd podem ser resolvidas facilmente com poder monetario xD. Como as gravadoras perderam sua força, a profissionalização se tornou mais acessivel. Com isso, existem muitos cantores profissionais que geralmente são regionais, e poucos fazem parte do grupo que consegue visibilidade nacional. Portanto a maior dificuldade neste momento é conseguir se destacar em meio aos muitos outros que estão ingressando no meio artistico. Mas a minha vantagem é ser brasileira, e isso está sendo um ponto forte ao meu favor.


E.M. - O que mais te dá saudades no Brasil?


Com certeza, saudade da familia e dos amigos. Sinto saudade também de alguns pratos brasileiros como o "barreado", prato tipico do litoral do Paraná. Recomendo!! xD


E.M. - Deixe um recado para os fãs da cantora Kamila Miyuki Yamashiro.


Para os amantes da musica enka e da cultura japonesa, eu sei como é dificil e oneroso acompanhar a carreira dos artistas no Japão, mas conto com o apoio e a torcida brasileira nesta minha grande empreitada! Agradeço e peço que ajudem a divulgar as minhas canções e a divulgar a musica enka. Desculpem, não sou muito boa com palavras, mas agradeço muito o carinho que recebi neste meu breve retorno ao Brasil. Arigatou Gozaimashita soshite yoroshiku onegaishimasu!


E.M. - Principais Atividades Artisticas da cantora Kamila Miyuki Yamashiro:


2008- Vai ao Japao e comeca a estudar japones em escola para estrangeiros e treinar canto com a cantora profissional Aya Fujino sensei.

2010- Começa a treinar canto com compositor de musica Misaki Sada sensei.

2012- Se profissionaliza com o lancamento do primeiro CD com a musica [Kyouto roman zaka] composta por Misaki Sada sensei e Ari Tomita sensei.

2013- janeiro - participa do programa [Uta no sampo-michi] da radio NHK
abril - lança o segundo CD com a musica [Umineko bushi] composta por Misaki Sada sensei e Rie Kouda sensei.
        - participa do programa [Kirameki kayou live] da radio NHK 
maio -participa do programa [Nichiyou variety] da radio NHK 
julho - participa do festival do Japao como convidada em Sao-paulo-SP/ BR 
        -participa do concurso brasileiro da canção japonesa ABRAC como convidada em Maringa-PR/ BR
agosto - show beneficiente no Salão Social Nikkey Curitiba - PR/ BR

Confiram na sequência um video com a apresentação de seus grandes sucessos "Umineko Bushi" e "Sado Kaikyo" lançados em abril de 2013 e na sequência, o video de seu primeiro single, a canção "Kyoto Roman Zaka". 






segunda-feira, 29 de julho de 2013

Evento! 45ª Festa da Cerejeira em Campos do Jordão


Nos dias 20, 21, 27 e 28 de Julho, e 3 e 4 de Agosto, no horário das 9 às 16 horas, será realizada a 45ª Festa da Cerejeira de Campos do Jordão 2013. Danças folclóricas e comidas típicas japonesas estão entre as atrações, além de malharia e artesanato produzido na região. Os ingressos podem ser adquiridos na entrada por R$ 5,00, e os idosos e os estudantes com carteirinha pagam R$ 2,00.

Local: Parque das Cerejeiras de Vila Albertina, que fica na Rua Tassaburo Yamagushi, 2173 – Vila Albertina, Campos do Jordão. Informações pelo telefone (12) 3662-2911.
A realização é da Beneficência Nipo-Brasileira, que mantém o Recanto de Repouso Sakura Home em Campos do Jordão, e do Clube Cultural e Recreativo Cereja, com apoio da Prefeitura Municipal de Campos do Jordão.

As primeiras mudas de cerejeira chegaram à cidade em 1936, com a criação do Sanatório Dojinkai (fundado por japoneses), mas foi em 1937, que colonos japoneses moradores do Lajeado começaram a cultivar três tipos de cerejeira, que se adaptaram ao solo da Mantiqueira. Em 1967, o Palácio Boa Vista ganhou um jardim com 500 mudas de cerejeiras do tipo Some Yoshino, vindas diretas do Japão. E com as proximidades de sua florada, japoneses e descendentes de várias regiões do estado vinham a Campos do Jordão para conferir o espetáculo da natureza, já que a cidade é a única que essas plantas florescem efetivamente. Com o crescente número de visitantes, surgiu o interesse de promover um evento que ressaltasse a beleza e a importância da planta para os japoneses. As primeiras festas foram realizadas na “Cogumelândia”, em Vila Jaguaribe, então propriedade de Mário Utiyama, posteriormente transferidas para o Bosque São Francisco Xavier, onde as cerejeiras floresciam em abundância, principalmente a variedade Yoko, plantadas por Hirofumi Haruna. Em 05 de outubro de 1965, o então prefeito em exercício, Arakaki Masakazu, sancionou a Lei da Câmara Municipal instituído a Festa da Cerejeira em Flor em Campos do Jordão.

Data: 20 de julho - sábado 

10h30 – Associação Feng Long – Responsável: Guilherme Gonçalves – Campos do Jordão (1ª Apresentação)
11h00 – Ryukyu Koku Matsuri Daiko – Taiko de Okinawa – Responsável: Sandra – São Paulo (1ª Apresentação)
11h30 – C.I. Escola de Dança – Samba – Responsável: Claudio Fukumitsu – Campos do Jordão
12h00 – Nikkei Odori Kai – Satélite – Responsável: Angela Kawazaki – São José dos Campos
13h00 – Grupo de Capoeira Arte na Montanha – Responsável: Profº Ricardo – Campos do Jordão – 20 pessoas
13h30 – Yosakoi Nihongaku - Vale do Paraiba – Responsável: Profª Kayô Kinoshita – Jacareí – 15 pessoas
14h00 – Aberto para Karaokê
14h30 – Associação Feng Long – Responsável: Guilherme Gonçalves – Campos do Jordão (1ª Apresentação)
15h00 – Ryukyu Koku Matsuri Daiko - Taiko de Okinawa – Responsável: Sandra – São Paulo(2ª Apresentação) 

Obs: Apresentações Intercaladas de Animações e Canções com o Sr. Fujita 

Data: 21 de julho - domingo 

11h00 – Sakura Fubuki Daiko – Responsável: Isao Ishikawa – São Paulo (1ª Apresentação)
11h30 – Shokaku – kan – Arte Marcial – Estilo Shintoryu – Responsável: Profº Marcelo – São Paulo (1ª Apresentação)
12h00 – Abertura Oficial
13h00 - Ballet Haiu – Responsável: Profª Haiu Ando – Guaratinguetá – 3 pessoas
13h30 – Aberto para Karaokê
14h00 – Sakura Fubuki Daiko – Responsável: Isao Ishikawa – São Paulo (2ª Apresentação)
14h30 – C.I. Escola de Dança – Responsável: Claudio Fukumitsu – Campos do Jordão
15h00 – Shokaku – kan – Arte Marcial – Estilo Shintoryu – Responsável: Profº Marcelo (2ª Apresentação)
15h30 – Studio de Dança Alan Rezende – Sertanejo, Country e Zouk – Campos do Jordão 

Obs: Apresentações Intercaladas de Animações e Canções com o Sr. Fujita 

Cerimônia do Chá – das 11h00 as 15h00 

Data: 27 de julho – sábado 

10h00 – Associação Cultural Desportiva Nikkey de São Miguel Paulista – Wadaiko – (Taikô) – Responsável: Sra. Nair Yano – São Paulo (1ª apresentação)
10h30 – Cia de Danças – Responsável: Profª Maria Dolores Pestelli – São Paulo(1ª Apresentação)
12h00 – Aberto para Karaokê
13h00 – Odorikai e Karaokê de Clube BBC – São José dos Campos – Responsável: Kinuyo Fukui
14h00 – Mariko Nakahira – Cantora Japonesa
15h00 – Associação Cultural Desportiva Nikkey de São Miguel Paulista – Wadaiko - (Taikô) – Responsável: Sra. Nair Yano – São Paulo (2ª apresentação)
15h30 – Ballet Nacional do Brasil – Cia de Danças – Responsável: Profª Maria Dolores Pestelli – São Paulo (2ª Apresentação) 

Obs: Apresentações Intercaladas de Animações e Canções com o Sr. Fujita 

Data: 28 de julho – domingo 

10h00 – Requios Sosaku Eisá Daido – Taiko de Okinawa – Responsável: Profª Omine – São Paulo (1ª Apresentação)
10h30 – Matsuri Daiko Bondori Fukushima Kenjin Kai – Responsável: Sr. Kojima – Mogi das Cruzes (1ª Apresentação)
11h30 – Grupo Kenko Hioguen Taisô do Brasil – Responsável: Profª Kawazoe – Ribeirão Pires – SP
12h30 – Mariko Nakahira – Cantora Japonesa
13h00 – Clube Orion Recreativo – São José dos Campos – Responsável: Profª Nobuko Yoshimura
14h00 – ACDN (Associação Cultural e Desportiva Nikkei) de São Miguel Paulista – Responsável: Marcio Galvão – SP
14h30 – Requios Sosaku Eisá Daido – Taiko de Okinawa – Responsável: Profª Omine – São Paulo (2ª Apresentação)
15h00 – Matsuri Daiko Bondori Fukushima Kenjin Kai – Mogi das Cruzes – Responsável: Sr. Kojima (2ª Apresentação)
15h30 – Grupo Elazama Dança do Ventre – Responsável: Profª Débora – Taubaté
16h00 – Studio de Dança de Salão – Responsável: Alan Rezende – Campos do Jordão 

Obs: Apresentações Intercaladas de Animações e Canções com o Sr. Fujita 

Data: 03 de agosto – sábado 

10h30 – Kaito Shaminssen – Taiko Shakuhati – Música e Dança Folclórica – Responsável: Sr. Tsukasa Kaito – Taubaté
11h00 – Grupo Volga – Coral e Danças Folclóricas da Russia – Responsável: Profª Tamara – São Paulo (1ª Apresentação)
11h30 – Grupo Dança Folclorico Ucrania KYIV – Responsável: Sr Jorge Ribka – São Caetano do Sul - (1ª Apresentação)
12h00 – Grupo Filhos da Luz – Igreja Metodista Livre – São José dos Campos – Responsável: Leonardo Fukushima
12h30 – Jusho No Kai – Tashiro Hisako Monkasei – Dança Folclórica Japonesa – Responsável: Sra. Ohashi – Mogi das Cruzes 13h00 – Aberto para Karaokê
13h30 – Kenkô Taiso – Grupo AKAL e Associação Cultural Assistencial Liberdade – Responsável: Sra. Ichida e Sra. Nakayoshi Kai – São Paulo
14h00 – Grupo Volga – Coral e Danças Folclóricas da Rússia – Responsável: Profª Tamara – São Paulo (2ª Apresentação)
14h30 – Grupo Dança Folclorico Ucrania KYIV – Responsável: Sr Jorge Ribka – São Caetano do Sul (2ª Apresentação)
15h00 – Grupo Independente – Sapateado - Responsável: Maira Prestes - Campos do Jordão
15h30 – Grupo Badra – Dança do Ventre – Responsável: Profª Caloa – Tremembé – SP 

Obs: Apresentações Intercaladas de Animações e Canções com o Sr. Fujita 

Data: 04 de agosto – domingo 

10h30 – Grupo Rambynas – Dança Folclórica Lituania – Responsável: Sandra – São Paulo (1ª Apresentação)
11h00 – Academia Dançart – Dança do Ventre – Responsável: Profª Dilma – Taubaté
11h30 – Academia Aikidô – Campos do Jordão – Responsável: Paulo 12h00 – Yosa Koi Soran – Responsável: Sr. Rubens Matsuda – São Paulo (1ª Apresentação)
13h00 – Grupo Wagaku Kenkyu Miwa Kai – Apresentação de Koto (Harpa Japonesa) e Shokuhati – Responsável: Sra. Miriam Saito – São Paulo
13h30 - Dança Folclórica Japonesa Nishikawaryu – Responsável: Profª Yosuke Nishikawa – São José dos Campos
14h00 – Grupo Rambynas – Dança Folclórica Lituania – Responsável: Sandra – São Paulo (2ª Apresentação)
14h30 – Yosa Koi Soran – Responsável: Sr. Rubens Matsuda – São Paulo (2ª Apresentação)
15h00 – Apresentação da Banda da Fundação Lia Maria Aguiar – Campos do Jordão
15h30 - Aberto para Karaokê 

Obs: Apresentações Intercaladas de Animações e Canções com o Sr. Fujita 

Serviço:
45ª Festa da Cerejeira em Flor
Dias: 20, 21, 27, 28 de julho e 03 e 04 de agosto
Parque Sakura Home - Campos do Jordão - SP
Local: Parque das Cerejeiras Sakura Home
Endereço: Av. Tassaburo Yamaguchi, 2173 - Vila Albertina – Campos do Jordão – SP
Horário: das 09h as 16h00
Ingressos R$5,00 (idosos e estudantes com carteirinha R$2,00) Crianças até 10 anos não pagam
Mais informações: www.guiacampos.com/festadacerejeira - ou pelo fone (12) 3662-2911 

domingo, 28 de julho de 2013

sábado, 27 de julho de 2013

Evento! Workshop de SHAMISEN, SHAKUHACHI E MINYO


Venham participar do maravilhoso mundo das artes musicais japonesa. Workshop sobre shamisen, shakuhachi e canto minyo com os grandes professores Tsukasa Kaito e Yuzo Akahori!

Workshop de shamisen, shakuhachi e minyo
dia 28/07/2013
10:00h ~ 12:00h
16:00 ~ 18:00h
Local: Yamagata Kenjinkai do Brasil
Av Liberdade, 486, sala 24
Proximo à estação de metrô liberdade
Convites R$ 15,00
Informações: (12) 8125 0018
(11) 95640 7959

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Especial Dia dos Avós

Nesta data especial, comemoramos estas duas figuras muito importantes e queridas da familia... os avós... eles são os pais sem as partes chatas... são os anjinhos da guarda e a diversão e a experiência...
Ojichan, obachan, Arigatou!!
Omedetou!!

E para comemorarmos esta data, posto uma das mais belas canções feitas em homenagem à figura da avó. A canção "Toire no Kamisama" composta e interpretada pela cantora Uemura Kana é um grande sucesso. Carregado de sentimentos, ela conta sua historia de vida, onde cita passagens de sua convivência com sua avó, que ajudou a criá-la e a incentivou à seguir sua carreira artistica. Confiram este lindo video!! Dificil nãos e emocionar!!

O segundo video traz uma das mais belas tiras publicadas no mundo. Com inumeros acessos, este pequeno video emociona a qualquer um e nos faz pensar um pouco no futuro.


quinta-feira, 25 de julho de 2013

Evento! 26º Kyodo Matsuri e Miss Ryuso em Diadema


O 26º Kyodo Matsuri – Miss Ryuso contará com o apoio do Governo do Estado, na obtenção de recursos financeiros para sua realização. A assinatura de convênio se deu na quarta-feira, 17, através da Secretaria de Cultura, no Palácio dos Bandeirantes.

Os recursos para o evento, considerado um dos principais da comunidade okinawana, foram viabilizados por meio do deputado estadualHelio Nishimoto, em parceria com o deputado federal, Walter Ihoshi,por meio de emenda parlamentar: - Eventos como o Kyodo Matsuri e o Miss Ryuso são importantes para a preservação da cultura e contribuem para a integração entre o Brasil e o Japão – destacou o deputado Helio Nishimoto.

O presidente da Comissão Organizadora do 26º Kyodo Matsuri – Miss Ryuso, Eike Shimabukuro, e Jorge Taba, presidente da Associação Okinawa Kenjin do Brasil, agradeceram a dedicação e apoio dos parlamentares nikkeis, além de Marcelo Mattos Araújo, Secretário da Cultura.

Dentre as atrações do evento, estão apresentações de danças, karate, sanshin, tambores de Okinawa com o grupo Ryukyu Koku Matsuri Daiko e Requios Geinou Doukoukai Eissá Taikô. Haverá também shows com o grupo Heroes Band e Ricardo Nakase.

Além das atrações artísticas e da área de bazar, o público poderá saborear uma ampla variedade de comidas típicas, na praça de alimentação. O Espaço Criança, novidade desta edição do evento, será dedicado a garotada e contará com diversas atividades para este final de férias escolares.

26º Kyodo Matsuri – Miss Ryuso
Dia: 28/07 – das 10 às 20 horas
Local: CCOB – Centro Cultural Okinawa do Brasil – Avenida Sete de Setembro, 1.670 – Diadema / SP
Informações: Soraia – 4057.2275 ou ccob.secretaria@gmail.com e Cida Guenka – 9 9609.1224 ou cidaguenka@gmail.com

PROGRAMAçãO GERAL – KYODO MATSURI/ MISS RYUSO

1ª parte : KYODO MATSURI
10:00 a 10:20 horas - 

1.Abertura
. Mestre de Cerimônia – Tério Uehara
Palavras de boas vindas:
Presidente da Comissão Organizadora – Eiki Shimabukuro
Presidente da AOKB e CCOB – Jorge Taba

10:20 a 10:40 horas
2. Apresentação de Requios Gueinou Doukoukai

10:40 a 10:55horas
3. Apresentação de Dança/ Eisá pelas professoras
de Ryubu Kyoukai e as Senhoras de Shibus
. Medetaya Bushi
. Furusato Ondo
. Shitiguati Eisá

10:55 a 11:05horas
4. Apresentação de Radio (*) Taiso com Kazue Shiroma,
Fumi Moromizato e Fujinkai de Shubus

11:05 a 11:25horas
5. Apresentação de Karate com professor Nakachi e seus alunos

11:25 a 11:50 horas
6. Apresentação de Ryukyukoku Matsuri Daiko e Katyáshí com
Takayuki Kato (representante)
(*)Membros Entidades e Shibus
participantes de Danças, Eisá e Radio Taiso:
Ryubu Kyoukai
Vila Carrão Fujinkai
Casa Verde Fujinkai
Campo Limpo Fujinkai
Santo André Fujinkai
Suzano Fujinkai
E outros Shibu

11:50 horas 
7. Palavras de encerramento da parte da manhã:
Coordenador: Naoyoshi Chinen

12:00h – Horário de Almoço na Praça de Alimentação


2ª Parte - Miss Ryuso

13:20 a 13:45 horas
8 - Cerimonia de Abertura Oficial
Mestre de Cerimonia - Tério Uehara

13:45 a 14:00horas
- Godo Enso - Ryukyu Minyo Hozonkai

14:00 horas
9 - Desfile das candidatas em traje de gala
Mestres de Cerimônia: Mieko Senaha e Paulo Miyagui
Apresentação especial do professor de dança Marcos Kina

15:45 a 17:30 horas
10 - Atrações Artisticas
Mestres de Cerimônia - Isao Teruya e José Kanashiro
10.1 -- Ryukyu Minyo Kiyokai - Nakandakare Seitoku
10.2 - Tamagusuku-ryu Kotarou kai Senbu Tibana Chieko Ryubudou
Dança Yutaka Bushi
Dançarinas: Higa Noriko, Hentona Sueko, Yamauchi Megumi
10.3 Shiroma Kazue Ryubu dojo
Dança Hatoma bushi
Dançarinas: Teruya Tieri, Teruya Kaori, Takara Mie,
Uehara Kaori, Takara Mayumi
10.4 - Okinawa Jinbukai do Brasil – Prof. Flávio Vicente
Dança: Bu no mai
10.5 - Brasil Ryukyu Buyo Kyokai
Dança: Dantai odori – Sichigatsu Eissa
10.6 - Saito Satoru Ryubu Dojo
Dança: Habiru
Dançarina: Aguena Mayumi
10.7 - Taka-ryu Hana no Kai Shimabukuro Yoriko Ryuburenjyou
Dança: Kanayo
Dançarinas: Tengan Luana, Uehara Giovana, Nakasone Sachi
10.8 - Show com Ricardo Nakase
10.9 - Banda Hiroe’s
10.10- Requios Gueinou Doukoukai - Omine Hatsue sensei
Dança: Oroti e shishimai

17:30 a 18:30 horas
11. Desfile das candidatas de bingata

18:30 a 20:00 horas
12. Apresentação de Ryukyu Koku Matsuri Daiko
13. Classificação de Misses
14. Despedida da Miss 2012 - Jennyfer Mayumi Uema
15. Apresentação da Melhor Torcida
16. Palavras de Encerramento
Vice Presidente da Comissão – Seizo Nishihara
17. Coroação e entrega de Prêmios para Misses

Lançamento! Kawano Natsumi - Onna no Kuko

Confiram o mais recente lançamento da cantora Kawano Natsumi, a canção "Onna no Kuko", lançada em março de 2013.

Evento! 11º Festival Yosakoi Soran Brasil 2013



Em 2013, na sua 11a edição, o festival foi transferido para Maringá, interior do Paraná. A cidade conta com uma ótima infra-estrutura para eventos, além de ser muito propícia para a recepção de projetos como estes.
Um dos grandes diferenciais está na possibilidade de "voltar as origens", tornando as atividades de rua - como no Japão - parte da programação oficial.

Apresentações em pontos turísticos do município, bem como o tradicional evento em local "fechado" acontecerão em dois dias de evento.

Neste ano o evento contará também com uma praça de alimentação, onde os visitantes poderão saborear pratos típicos da culinária japonesa, bem como comprar produtos personalizados do evento e outros artigos orientais.

PROGRAMAÇÃO 2013

SÁBADO 27/07

1a APRESENTAÇÃO
Local: Praça da Catedral - Avenida Tiradentes S/N
Horário: 14h00

2a APRESENTAÇÃO
Local: Avenida São Paulo, 120 - Em frente ao shopping Maringá Park
Horário: 16h00

DOMINGO 28/07
Local: Ginásio de Esportes UniCesumar - Av. Guedner, 1.610 - Jd Aclimação
Entrada: obrigatório 1kg de alimento não perecível 
*exceto sal e açúcar 

1a SESSÃO
Horário: 10h30

2a SESSÃO
Horário: 16h00

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Lançamento! Itsuki Hiroshi - Hakata A La Mode

Confiram o mais recente lançamento do cantor Itsuki Hiroshi, a canção "Hakata A La Mode", lançada em abril de 2013. Com 48 anos de carreira, o cantor Itsuki Hiroshi é considerado uma das maiores personalidades da música japonesa. Com inúmeros sucessos que se tornaram clássicos, ele também atua como ator e compositor. Confiram mais um de seus grandes sucessos!



Evento! Seinen Fest Gyudon em Mogi das Cruzes


Venham prestigiar mais um grande Seinen-Fest! Nós do Seinen-Bu Mogi, juntamente com o apoio do Nihonjinkai do ACCEMC chegamos inovando, trazendo para vocês o GYUDON! :D

O Gyudon (ou 牛丼) é um prato típico japonês, que significa Carne (bovina) na Tigela. Seu nome é devido ao fato de ser servido no Donburi (um tipo de tigela japonesa). Seu tempero é um Mix agridoce, que combina perfeitamente com o Gohan (arroz japonês). 

Se você nunca comeu, aproveite para experimentar, prometemos que não irão se arrepender! E para você que já conhece o prato, prepare-se para comer o melhor Gyudon da sua vida! HAHAHA

O evento acontecerá no dia 03 de Agosto de 2013 (Sábado), no Bunkyo Central- Associação Centro Cultural Esportiva de Mogi das Cruzes (ACCEMC), a partir das 18:00h até as 22:00h.
Endereço: Rua Presidente Campos Salles, n°230, Vila Industrial - Mogi das Cruzes

Os convites estarão disponíveis para venda a partir de 17 de Junho (Segunda-Feira). Não esqueçam de entrar em contato com algum integrante do Seinen-Bu Mogi para garantir o seu!

VALORES:
- R$15,00 Para os convites comprados antecipadamente;
- R$18,00 Para os convites comprados na hora.

*Atenção: O prato será servido no dia para comer no local e para viagem. Sendo assim, os convites comprados antecipadamente também é válido para quem quer comer seu Gyudon em casa!

E não para por aí! 
O grupo de Yosakoi: Hanabi Soran espera vocês com a barraquinha com uma variedade de Doces superdeliciosos!
Siga a página: http://www.facebook.com/pages/Hanabi-Soran/314351052001790?fref=ts

EM BREVE
Estamos preparando uma variedade de apresentações para vocês curtirem nossa festa! Em breve estaremos divulgando mais infos!

Chamem os amigos e familiares, venham curtir a nossa Festa que estamos preparando com muita dedicação, amor e carinho.

Esperamos por vocês!

sábado, 20 de julho de 2013

Especial! Dia do Amigo



Hoje, estamos comemorando o dia do amigo. Essa pessoa especial que chega em nossas vidas e nos ajuda a seguir enfrente nos momentos de tristeza e de alegrias! Parabéns a todas as pessoas que fazem a diferença na vida de outras!

Na sequencia, 03 videos em homenagem á esse dia tão especial! No primeiro, temos a canção "Tomodachi Sanka", uma canção no estilo doyo. No segundo video temos a bela apresentação da canção "Tomoyo" do grande cantor e compositor Nagabushi Tsuyoshi e no terceiro video, a belissima interpretação da cantora Nakamura Ataru na canção "Tomodachi no Uta". 





quarta-feira, 17 de julho de 2013

terça-feira, 16 de julho de 2013

Evento! XXVIII Concurso Brasileiro da Canção Japonesa


Nos próximos dias 19, 20 e 21 d ejulho a cidade de Maringá sediará o maior torneio da canção japonesa do Brasil, o conhecido "Brasileirão". Com aproximadamente 700 cantores de várias regiões do Brasil, este concurso tem a finalidade de escolher quem é o mais bem preparado tecnicamente na arte de cantar as músicas da terra do Sol Nascente. Dividido em categorias conforme a idade dos cantores, nos 03 dias de cantoria, são selecionados os cantores que participarão da final grand prix que ocorre no domingo.  

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Lançamento! Marcia - Ai wa Umi wo Koete



Marcia Nishie, nascida em fevereiro de 1969 em Mogi das Cruzes, em São Paulo, Brasil, ela é uma das cantoras da colônia japonesa do Brasil que conquistou espaço na midia japonesa, trilhando uma carreira musical profissional no Japão. Em 1989 fez seu debut com a canção "Furimukeba Yokohama", que lhe rendeu o prêmio do Record Taisho, o premio maximo da musica japonesa na categoria revelação. No mesmo ano ele também se apresentou no show de fim de ano Kouhaku Utagassen da TV NHK diretamente do Brasil. Com 24 anos de carreira, ela acumulou apresentações em musicais, novelas, rádio e tv. Depois de 10 anos sem gravar, em 2008 ela retornou com o single "Yours ~Toki no Itazura" renascendo no mundo fonografico japonês. 

Em 2013 ela lançou o mini album entitulado "Ai wa Umi no Koete", com algumas canções de sucesso da cantora e outras regravações. 

Neste mês de julho de 2013, a cantora Marcia retorna ao Brasil depois de muitos anos para uma breve passagem, que contará com uma apresentação especial no Festival do Japão de São Paulo no Espaço Imigrantes. Aguardamos ansiosos a sua bela voz que retorna ao Brasil para matar a saudade da sua terra natal.

Confiram algumas canções deste novo album da cantora Marcia e na sequência a sua musica de debut, "Furimukeba Yokohama".









domingo, 14 de julho de 2013

Lançamento! Nagai Yuko - Soshite... Yu no Yado

Confirmam o mais recente lançamento da cantora Nagai Yuko, a canção "Soshite... Yu no Yado", lançada em abril de 2013.



Evento! 16º Festival do Japão de São Paulo


Para essa edição, o 16º FESTIVAL DO JAPÃO trará para o Brasil um painel do que existe de melhor e mais inovador em termos de tecnologia e modernidade do Japão. Contamos com a sua presença e apoio nessa grande realização da Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil.

Convidamos você e toda sua família para a 16ª edição do Festival do Japão, que reúne o público nos dias 19, 20 e 21 de julho de 2013 (sexta, sábado e domingo), no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo. Neste ano, com o tema do “Tecnologia e Modernidade” e no ano dos 105 anos da imigração Japonesa, o Festival do Japão apresentará shows musicais, atrações culturais, danças típicas, culinária, exposições especiais e atividades especiais para as crianças e idosos. Acesse o site www.festivaldojapao.com para mais informações.

16º Festival do Japão
Data: 19, 20 e 21 de julho de 2013
19 de julho - sexta - das 12 às 21 horas
20 de julho - sábado - das 10 às 21 horas
21 de julho - domingo - das 10 às 18 horas
Local: Centro de Exposições Imigrantes – Rod. dos Imigrantes, km 1,5, SP
Transporte gratuito no metrô Jabaquara


PRINCIPAIS ATRAÇÕES:

ÁREA DA CRIANÇA
Um recanto especial para as crianças. Conquistando amplo sucesso em todas as edições, a Área da Criança traz atividades lúdicas e divertidas, como oficinas culturais (dobraduras, pintura, artesanato), atividades culinárias, contos e lendas japonesas, esportes e recreação infantil com brincadeiras e atividades temáticas.

PRAÇA CULTURAL E ESPORTES
Apresenta as mais diversas manifestações culturais da cultura japonesa para o público, contando com atrações consagradas, como a exposição de ikebana (arranjos florais), a cerimônia do chá (chadô) e os workshops de cultura japonesa, gratuitos e abertos ao público. Outro destaque é a apresentação de grupos de artes marciais e esportes na Praça Cultural, e os workshops de dança e taiko (tambores japoneses).

ÁREA DA TERCEIRA IDADE
Refletindo a preocupação social do evento, o FESTIVAL DO JAPÃO mantém uma área especial para a Terceira Idade, que oferece atividades especiais e gratuitas para o público idoso, como massagem, esportes, dicas de saúde e orientação para a prevenção de doenças.

PALCO PRINCIPAL
Nos três dias do FESTIVAL DO JAPÃO, cerca de 50 grupos artísticos de danças, músicas e artes japonesas apresentam-se durante o evento, trazendo danças folclóricas e típicas. Para animar o público, o Palco Principal traz os cantores e as atrações mais conhecidas da comunidade nikkei.

WCS – FINAL BRASILEIRA
O World Cosplay Summit (WCS) é o Campeonato Mundial de Cosplay, que reúne os melhores cosplayers em uma disputa pelo título no Japão. A final do campeonato nacional, organizada pela Editora JBC, tem a participação de cosplayers de todo Brasil, elegendo a dupla campeã que representa o Brasil na final do WCS, no Japão.

MISS NIKKEY
O tradicional concurso Miss Nikkey, coordenado pelo ator e apresentador Kendi Yamai, elege a mais bela representante de toda a comunidade nikkei. São cerca de 30 candidatas de todo Brasil, disputando o título e uma série de prêmios.

PRAÇA DE GASTRONOMIA
A culinária típica das 47 províncias que formam o Japão está presente no evento. É a oportunidade de apreciar pratos que não constam dos cardápios habituais dos restaurantes japoneses de São Paulo, pois são pratos regionais, de características familiares.

16º Festival do Japão
Data: 19, 20 e 21 de julho de 2013
19/07 – 12 às 21 horas
20/07 – 10 às 21 horas
21/07 – 10 às 18 horas

Local: Centro de Exposições Imigrantes
Rodovia dos Imigrantes, km 1,5, São Paulo

Contatos:
Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil – KENREN
Rua São Joaquim, 381 – 5º andar – Liberdade – São Paulo – SP – CEP: 01508-090
Tel: (11) 3277-6108 / 3277-8569


16º FESTIVAL DO JAPÃO
PROGRAMAÇÃO DE SHOWS – Palco Principal
Dia: 19 de julho – SEXTA

13h30 – Workshop da Confederação Brasileira de Aikidô – Brazil Aikikai - arte marcial
14h30 – Tenryu Wadaiko da Associação Cultural São Miguel Paulista – taikô
15h00 – Shizuoka Kenjin do Brasil – Ongaku Rithum Kenkô Taissô – ginástica
15h30 – Inoue Yumi – cantora internacional
16h00 – ASB – Associação Sul-Americana de Bugei – arte militar japonesa
16h30 – Kudo Daido Juku Brasil – arte marcial
17h00 – Kamila Miyuki Yamashiro – cantora
17h30 – Ricardo Nakase – cantor
18h00 – ShinkyoDaiko – taikô
18h30 – Mariko Nakahira – cantora internacional
19h00 – Ryukyu Koku Matsuri Daiko – taikô
19h30 – Ensaio do Miss Nikkey com Kendi Yamai

16º FESTIVAL DO JAPÃO
PROGRAMAÇÃO DE SHOWS – Palco Principal
Dia: 20 de julho – SÁBADO

10h00 – Associação Cultural e Recreativa Nara Kenjinkai do Brasil – Ikioidaiko – taikô
10h20 – Associação Cultural Assistencial Mie Kenjin do Brasil – ginástica
10h40 – Shizuoka Kenjin do Brasil – dança
10h55 – Anonymou´s Crew – dança
11h10 – Sakurá Fubuki da Federação Sakurá e Ipê do Brasil – taikô
11h30 – Associação Kumamoto Kenjin do Brasil – Kumamoto Rizumu Taissô – ginástica
11h50 – Secret Wish – street dance
12h00 – Cerimônia de Abertura – cerimonial
13h00 – Márcia – cantora internacional
13h35 – Mika Youtien – taikô infantil
13h55 – Mariko Nakahira – cantora internacional
14h20 – Musicoterapia da Kibô-no-Iê – Casa da Esperança – musicoterapia
14h45 – Inoue Yumi – cantora internacional
15h10 – Associação Hokkaido de Cultura e Assistência – dança
15h20 – Grupo Hikari de Londrina – taikô, bom odori
15h45 – Associação de Ballet e Artes Fernanda Bianchini – dança
16h10 – Ryukyu Koku Matsuri Daiko – taikô
16h20 – Banda Tontonmi – banda
16h45 – Tenryu Wadaiko da Associação Cultural São Miguel Paulista – taikô
17h05 – Show de Humor “Pay Per Riu” com Marcos Aguena, Rodrigo Cáceres e Celso Jr. – stand up comedy
17h25 – Tsubasa – cantora internacional
17h50 – ShinkyoDaiko – taikô
18h10 – Campeões das Embaixadinhas – Tokura e Eduardo Key – embaixadinhas
18h20 – Ricardo Nakase e Grupo Ishin – cantor e yosakoi soran
18h45 – Miss Nikkey com Kendi Yamai – concurso de beleza

16º FESTIVAL DO JAPÃO
PROGRAMAÇÃO DE SHOWS – Palco Principal
Dia: 21 de julho – DOMINGO


10h00 – Líderes da Associação Brasileira de Taikô – ABT – taikô
10h20 – Associação Yamagata Kenjin do Brasil – ginástica
10h30 – Associação Okinawa de Santo André – Academia de Dança Teda Hakuyo no Kai – dança
10h40 – Associação Okinawa – Associação Ryukyu Buyou Kyokai do Brasil – dança
10h50 – Associação Cultural Tottori Kenjin do Brasil – Shan Shan Kassá Odori – dança
11h10 – Associação Nagasaki e Grupo Mimbu – dança e ginástica
11h30 – Kenko Taissô e Grupo Shinsei – dança e ginástica
11h50 – Fundação Japão – Grupo Folclórico Wariki – grupo folclórico internacional
12h25 – Márcia – cantora internacional
13h00 – Ryu Jackson – dançarino e cantor
13h25 – Associação Cultural Tottori Kenjin do Brasil – Zenidaiko – dança
13h35 – Associação Cultural e Recreativa Nara Kenjinkai do Brasil – dança
13h45 – Confederação Brasileira de Aikidô – Brazil Aikikai – arte marcial
14h05 – Mariko Nakahira – cantora internacional
14h30 – Associação Okinawa Kenjinkai do Brasil – Requios Geino Dokokai – taikô
14h50 – Joe Hirata – cantor
15h15 – Associação Hiroshima – Kagura – teatro
15h35 – Tsubasa – cantora internacional
16h00 – Associação Beneficente de Osaka Naniwa Kai – dança
16h20 – Edson Saito e Y.ES Band – cantor e banda
16h45 – Gaijin Sentai (banda de animê) – banda
17h10 – WCS com Kendi Yamai – concurso de Cosplay


16º FESTIVAL DO JAPÃO
PROGRAMAÇÃO DE SHOWS – Palco Cultural
Dia: 19 de julho – SEXTA


12h30 – Tenryu Wadaiko da Associação Cultural de São Miguel Paulista – taiko
13h10 – Akemi Matsuda – Embaixadora Kawaii do Brasil – anime songs e desfile de moda
13h40 – Kim Oshiro – cantora
14h20 – Shokakukan Dojo Iaidô – arte marcial
15h00 – Confederação Brasileira de Aikido – Brazil Aikikai – arte marcial
15h30 – Wariki – Fundação Japão
16h05 – Workshop da Confederação Brasileira de Aikido – Brazil Aikikai – arte marcial
16h30 – Shinkyo Daiko – taikô
17h00 – Con. G. do Japão SP: Fut. Freestyle: Kotaro Tokuda & Eduardo Key – futebol freestyle
17h30 – Associação de Judokan de Judô – **arte marcial
18h00 – Grupo Anonymous Crew – *dança
18h30 – Akemi Matsuda – Embaixadora Kawaii do Brasil – *cantora
19h00 – Diogo Miyahara – cantor
19h30 – Sorteio de brindes – sorteio

16º FESTIVAL DO JAPÃO
PROGRAMAÇÃO DE SHOWS – Palco Cultural
Dia: 20 de julho – SÁBADO


10h00 – Rádio Taisso – *ginástica
10h25 – Kim Oshiro – cantora
10h40 – Raijin Taikô – *taikô
11h00 – Workshop da Confederação Brasileira de Aikido – Brazil Aikikai – arte marcial12h10 – Show de Humor Pay Per Riu com Marcos Aguena, Rodrigo Cáceres e Celso Jr. – *stand up comedy
12h35 – Akemi Matsuda – Embaixadora Kawaii do Brasil – anime songs
13h00 – Tsubasa – *cantora internacional
13h35 – Sakurá Fubuki da Federação Sakurá e Ipê do Brasil – *taiko
14h05 – Federação Paulista de Karatê – arte marcial
14h20 – Parada Cosplay – *cosplay
14h45 – Mariko Nakahira – *cantora internacional
15h20 – Sorteio de brindes – animação
15h30 – Wariki – Fundação Japão
16h05 – Sorteio de brindes – *sorteio
16h10 – Tenryu Wadaiko da Associação Cultural São Miguel Paulista – *taiko
16h40 – Confederação Brasileira de Aikidô – Brazil Aikikai – *arte marcial e workshop
17h00 – ACCEPA – Shureikan Karate do Goju-ryu – Projeto Karatequinha – arte marcial
17h25 – Digo Miyahara e Nordan Manz – cantores de anime
17h50 – Star Wars Show – cosplay
18h10 – Gi Joe Show – cosplay
18h20 – Shinkyo Daiko – taiko
19h00 – Street Dance & Batalhas $ DJ e Agradecimentos – dança

16º FESTIVAL DO JAPÃO
PROGRAMAÇÃO DE SHOWS – Palco Cultural
Dia: 21 de julho – DOMINGO


10h00 – Shokakukan Dojo Iaidô – arte marcial
10h50 – Fukushima Kenjin Atibaia e Mogi das Cruzes – Fukushima Bon Odori – *dança
11h25 – Sorteio de brindes – sorteio
11h35 – Raijin Taikô – Associação Iwate Kenjinkai – taiko12h00 – Kenko Taisso e Grupo Shinsei – *dança e ginástica
12h25 – Tsubasa – *cantora internacional
13h00 – Associação de Naguinata do Brasil – arte marcial
13h25 – Sorteio de brindes – sorteio
13h35 – Associação Nagasaki e Grupo Mimbu – *dança e ginástica
13h50 – Intervalo e sorteio de brindes – animação
14h05 – Con. G. do Japão SP: Fut. Freestyle: Kotaro Tokuda & Eduardo Key – futebol freestyle
14h30 – Tenryu Wadaiko da Associação Cultural São Miguel Paulista – taiko
15h05 – Country Club Valinhos e ADC Rigesa – arte marcial
15h50 – Smile Matsuri Dance – dança
16h25 – Sorteio de brindes – sorteio
16h35 – Ass. Shizuoka Goju-kan do Brasil – Saito Brothers – arte marcial
17h10 – Intervalo e sorteio de brindes – animação
17h15 – Encerramento com Banda Uchiná e Grupo Uta no Tomo – banda

quarta-feira, 10 de julho de 2013

terça-feira, 9 de julho de 2013

Evento! IX Festa Tanabata Matsuri de Santo Andre


Olá amigos! Venham conferir este grande evento da colônia japonesa de Santo Andre!! Comidas tipicas, apresentações artisticas e muito mais!!! E no sabado, eu, Ricardo Nakase e Mitsuo Akiyama estaremos nos apresentando nos dois palcos!!! Venham conferir!!

sexta-feira, 5 de julho de 2013

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Curiosidades! Origem da Bandeira do Japão Parte 01


A bandeira do Japão tem um formato retangular branco com um grande disco vermelho (representando o sol) no centro, e é oficialmente denominada Nisshōki (日章旗, "bandeira do sol") em japonês, embora seja mais comumente conhecida como Hinomaru (日の丸, "disco solar").

A bandeira Nisshōki é designada como a bandeira nacional na Lei sobre a Bandeira e o Hino Nacional, que foi promulgada e se tornou oficial em 13 de agosto de 1999. Apesar de nenhuma legislação anterior ter especificado uma bandeira nacional, o disco solar já era adotada como a bandeira do Japão. Duas proclamações foram publicadas em 1870 pelo Daijō-kan, o corpo de governo do início da era Meiji, cada uma com uma providência para a criação da bandeira nacional. Uma bandeira com um disco solar foi adotada como bandeira nacional por navios mercantes sob a Proclamação Nº57 de Meiji 3 (publicada em 27 de fevereiro de 1870), e como bandeira nacional usada pela Marinha sob a Proclamação Nº651 de Meiji 3 (publicada em 27 de outubro de 1870). O uso do Hinomaru foi severamente restringido durante os primeiros anos da ocupação estadunidense após a Segunda Guerra Mundial, ainda que relaxando essas restrições mais tarde.

No começo da história do Japão, o Hinomaru foi utilizado nas bandeiras dos daimyos e samurais. Durante a Restauração Meiji, tanto o disco solar como a Bandeira do Sol Nascente da Marinha Imperial do Japão se tornaram símbolos maiores no emergente Império do Japão. Pôsteres de propaganda, textos e filmes mostravam a bandeira como uma fonte de orgulho e patriotismo. Nas casas japonesas, pedia-se que os cidadãos hasteassem a bandeira durante feriados nacionais, celebrações e outras ocasiões como decretado pelo governo. Diferentes sinais de devoção ao Japão e seu imperador sob o Hinomaru se tornaram populares durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa e outros conflitos. Esses símbolos surgiram de slogans escritos na bandeira para roupas e pratos que carregavam a bandeira.

Antes de 1990


A origem exata do Hinomaru é desconhecida, mas o sol nascente parece ter algum significado simbólico desde o começo do século VII. Em 607, uma correspondência oficial que começa com "do imperador do sol nascente" foi enviada ao Imperador Sui Yangdi. O Japão é frequentemente referido como "a terra do sol nascente". Na obra do século XII, Heike Monogatari, foi escrito que diferentes samurais carregavam desenhos do sol em seus leques. Outro possível motivo para o uso do sol era o desejo de modelos simples e elegantes pelos guerreiros japoneses para refletir a condição culta dos samurais. Uma lenda relacionada à bandeira nacional é atribuída ao sacerdote budista Nichiren. Supostamente, durante uma invasão mongol ao Japão no século XIII, Nichiren deu um estandarte solar ao xogun para carregar na batalha. O sol também é fortemente relacionado à família imperial pelo fato da mitologia atestar que o trono imperial descendia da deusa Amaterasu.

Uma das bandeiras mais antigas do Japão está no templo Unpo-ji, na prefeitura de Yamanashi. Segundo a lenda, foi dada pelo Imperador Reizei a Minamoto no Yoshimitsu e foi tratada como um tesouro familiar pelo clã Takeda por mil anos, mas a verossimilhança histórica desse relato é questionável.

Em 1854, durante o xogunato Tokugawa, os navios japoneses tinham o dever de hastear o Hinomaru para se distinguir de navios estrangeiros. Além disso, diferentes tipos de bandeiras Hinomaru eram utilizadas em embarcações que faziam comércio com os americanos e os russos. O Hinomaru foi decretado como bandeira mercantil do Japão em 1870 e foi a bandeira nacional legal de 1870 a 1885, sendo a primeira bandeira nacional adotada pelo Japão.

Enquanto a ideia de símbolos nacionais era estranha aos japoneses, o Governo Meiji precisava deles para se comunicar com o mundo exterior. Isso se tornou essencialmente importante depois da chegada do comodoro americano Matthew Perry na Baía de Yokohama. Implementações posteriores do Governo Meiji deram mais identificações ao Japão, incluindo o hino Kimigayo e o selo imperial. Em 1885, todas as leis anteriores não publicadas no Diário Oficial do Japão foram abolidas. Por causa dessa ordem do novo gabinete do Japão, o Hinomaru era a bandeira nacional de fato uma vez que não restou nenhuma lei sobre a bandeira nacional.

Primeiros conflitos e a Guerra do Pacífico


O uso da bandeira nacional cresceu à medida que o Japão se desenvolveu como império, e o Hinomaru estava presente em celebrações após vitórias na Primeira Guerra Sino-Japonesa e na Guerra Russo-Japonesa. A bandeira também foi usada em esforços de guerra dentro do país. Um filme japonês de propaganda de 1934 retratava bandeiras nacionais estrangeiras como incompletas ou defeituosas em seus designs, enquanto a bandeira do Japão é perfeita em todas as suas formas. Em 1937, um grupo de garotas da prefeitura de Hiroshima demonstrou solidariedade aos soldados japoneses combatendo na China durante a Segunda Guerra Sino-Japonesa, comendo "refeições da bandeira" que consistiam em um umeboshi no meio de uma camada de arroz. O bento Hinomaru se tornou o principal símbolo da mobilização de guerra e da solidariedade do Japão com seus soldados até a década de 1940.

A bandeira foi uma ferramenta do imperialismo japonês no sudeste asiático ocupado durante a Segunda Guerra Mundial: as pessoas tinham de usar a bandeira, e as crianças nas escolas cantavam o Kimigayo de manhã em cerimônias de hasteamento da bandeira. Bandeiras locais eram permitidas em algumas áreas, como as Filipinas, a Indonésia e Manchukuo. Em certas colônias, como a Coreia, o Hinomaru e outros símbolos eram usados para relegar os coreanos à segunda classe do império.

Para os japoneses, o Hinomaru era o "Sol Nascente que iluminaria a escuridão do mundo inteiro". Para os ocidentais, era um dos símbolos mais poderosos do exército japonês.

Ocupação dos Estados Unidos

Durante a ocupação do Japão após a guerra, permissão do Comandante Supremo das Forças Aliadas (SCAPJ em inglês) era necessária para hastear o Hinomaru. As fontes divergem no grau de restrição do uso do Hinomaru; algumas usam o termo “banido”; todavia, apesar das restrições originais terem sido severas, elas não chegavam a um banimento indiscutível.

Depois da guerra, uma bandeira era usada por navios civis japoneses da Autoridade de Controle Naval dos Estados Unidos para Navios Mercantes Japoneses. Modificada do código sinal "E", a bandeira foi usada de setembro de 1945 até a cessação da ocupação dos EUA no Japão. Navios norte-americanos em águas japonesas usavam uma bandeira com um sinal "O" modificado como bandeira.

Em 2 de maio de 1947, o general Douglas MacArthur aboliu as restrições ao hasteamento do Hinomaru na entrada do prédio da Dieta Nacional, no Palácio Imperial de Tóquio, na residência do primeiro-ministro e no prédio da Suprema Corte com a ratificação da nova Constituição do Japão. Essas restrições foram depois relaxadas em 1948, quando o povo foi autorizado a tremular a bandeira em feriados nacionais. Em janeiro de 1949, as restrições foram abolidas e qualquer um poderia hastear o Hinomaru a qualquer tempo sem permissão. Como resultado, as escolas e casa foram estimuladas a tremular o Hinomaru até o começo dos anos 1950.

Pós-guerra até 1999

Desde a Segunda Guerra, a bandeira do Japão foi criticada pela associação ao passado militarista do país. Objeções similares foram feitas ao hino nacional japonês, Kimigayo. Os sentimentos sobre o Hinomaru e o Kimigayo representaram o deslocamento de um sentimento patriótico do "Dai Nippon" – Grande Japão – ao pacifista e antimilitarista "Nihon". Por causa dessa mudança ideológica, a bandeira foi usada com menos frequência no Japão diretamente após a guerra mesmo com o fim das restrições do SCAPJ em 1949.

À medida que o Japão começou a se restabelecer diplomaticamente, o Hinomaru foi usado como uma arma política no além-mar. Numa visita do Imperador Showa e da Imperatriz aos Países Baixos, o Hinomaru foi queimado por cidadãos holandeses que pediam que ele fosse mandado embora para o Japão ou julgado pela morte de prisioneiros de guerra holandeses durante a Segunda Guerra Mundial. Domesticamente, o Hinomaru não foi utilizado nem mesmo em protestos contra um novo Status of Forces Agreement que estava sendo negociado entre Japão e EUA. A bandeira mais usada por uniões de comércio e outros manifestantes era a bandeira vermelha de revolta.

Uma questão envolvendo o Hinomaru e o hino nacional foi levantada novamente quando Tóquio sediou os Jogos de 1964. Antes das Olimpíadas, o tamanho do disco solar da bandeira foi alterado parcialmente por considerarem que o disco não ocupava uma posição destacada quando hasteado com as outras bandeiras nacionais. Tadamasa Fukiura, um especialista em cores, decidiu deixar o disco solar com dois terços do tamanho da bandeira. Fukiura escolheu as cores da bandeira tanto em 1964 como nos Jogos Olímpicos de Inverno de 1998 em Nagano.

Em 1989, a morte do Imperador Showa novamente trouxe questões morais sobre a bandeira. Conservadores sentiam que se a bandeira podia ser usada em cerimônias sem abrir velhas feridas, eles poderiam ter uma chance de propor que o Hinomaru se tornasse a bandeira nacional de direito sem nenhum problema sobre seus significados. Durante um período de luto oficial de seis dias, bandeiras tremularam a meio mastro ou cobertas por tarjas pretas em todo o Japão. Apesar de relatos de manifestantes vandalizando o Hinomaru no dia do funeral do Imperador Showa o direito das escolas empunharem o Hinomaru a meio-mastro sem reservas trouxe sucesso aos conservadores.

Desde 1999

A Lei Sobre a Bandeira e o Hino Nacional como está no Diário Oficial em 15 de agosto de 1999.

A Lei sobre a Bandeira e o Hino Nacional foi passada em 1999, escolhendo o Hinomaru e o Kimigayo como símbolos nacionais do Japão. A aprovação da lei foi motivada pelo suicídio do diretor de uma escola em Hiroshima que não conseguira resolver uma disputa entre seu conselho escolar e seus professores sobre o uso do Hinomaru e do Kimigayo.

O primeiro-ministro Keizō Obuchi do Partido Liberal Democrata (LDP) decidiu esboçar uma legislação para fazer o Hinomaru e o Kimigayo símbolos oficiais do Japão em 2000. Seu Secretário Geral do Gabinete, Hiromu Nonaka, queria a legislação completada no 10º aniversário da coroação de Akihito como Imperador.

Os principais apoiadores dessa lei eram o LDP e o Komeito (CGP), enquanto a oposição incluía o Partido Social Democrata (SDPJ) e o Partido Comunista (CPJ), que alegaram conotações dos símbolos com a guerra. O CPJ era o mais oposto por não querer que o assunto fosse decidido pelo povo. Enquanto isso, o Partido Democrático do Japão (DPJ) não obteve consenso partidário sobre o tema. O presidente do DPJ, Naoto Kan defendeu que o DPJ deveria apoiar a legislação porque seu partido já reconhecia os símbolos como símbolos do Japão. O deputado secretário geral e futuro primeiro-ministro Yukio Hatoyama entendeu que essa lei poderia causar divisões na sociedade e nas escolas públicas.

A Casa dos Representantes passou a lei em 22 de julho de 1999 por 403 votos a 86. A legislação foi mandada para a Casa dos Conselheiros em 28 de julho e aprovada em 9 de agosto. A lei foi promulgada em 13 de agosto. Tentativas de se designar apenas o Hinomaru como bandeira nacional pelo DPJ e outro partidos durante a votação da lei foram rejeitadas pela Dieta.

Em 8 de agosto de 2009, uma fotografia foi tirada em um encontro do DPJ para a eleição da Casa dos Representantes mostrando um banner pendurado em um teto. O banner era feito de duas bandeiras Hinomaru cortadas e costuradas para formar o logo do DPJ. Isso enfureceu o LDP e o primeiro-ministro Taro Aso, que alegaram que o ato era imperdoável. Em resposta, O presidente do DPJ, Yukio Hatoyama, (que votou a favor da Lei da Bandeira e Hino Nacional) disse que o banner não era o Hinomaru e não deveria ser considerado assim.

Lançamento! Nagai Mitsuru - Kague


Confiram o mais recente lançamento do cantor Nagai Mitsuru, a canção "Kague", lançado em agosto de 2012. Este cantor possui a voz muito parecida com a do cantor Kitajima Saburo.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Evento! 35º Tanabata Matsuri na Praça da Liberdade


São Paulo – 06 e 07 de julho

A 35ª edição do tradicional Festival das Estrelas (São Paulo Sendai Tanabata Matsuri) acontece nos dias 06 e 07 de julho em São Paulo, no bairro da Liberdade.

O Festival das Estrelas é a maior festividade tradicional do Japão no Brasil. Ele tem origem em uma lenda japonesa na qual uma princesa, Orihime, filha de um poderoso deus celestial, se apaixona por um rapaz simples. O deus celestial aceita que se casem, mas quando percebe que ambos, apaixonados, descuidam-se de suas obrigações ordena que vivam separados, um de cada lado da Via Láctea e só se encontrem apenas uma vez por ano, no sétimo dia do sétimo mês, mas isso se atenderem os pedidos vindos da Terra. Por isso no Festival, os visitantes escrevem seus desejos no tanzaku (cartão colorido) e amarram nos bambus esperando que as estrelas os realizem, pois só assim podereão se encontrar. Segundo a mitologia japonesa, Orihime é representada pela estrela Vega, e o rapaz, a estrela Altair, do lado oposto da galáxia, que realmente só se encontram uma vez por ano.

O Tanabata Matsuri tem também como atrações o concurso Miss Tanabata Yukata e concursos culturais no sábado, e apresentações musicais no domingo. Nós, Bruno Maessaka, Flavia Kaori e Ricardo Nakase, estaremos nos apresentando por volta das 17h no sábado. Te esperamos lá!!!

35° edição
Local: Praça da Liberdade
Endereço: Praça da Liberdade, s/n.
Horário: 6 e 7/07 das 11h às 19h.
Promotor: Associação Cultural e Assistencial da Liberdade (Acal) e Associação Miyagui Kenjinkai do Brasil
Quanto: Gratuito